Obras de requalificação urbana nas orlas da Alegria e Alvorada chegam à reta final em Guaíba

Divulgação

Divulgação

A iniciativa, definida em conjunto entre a CMPC, Ministério Público e Fepam e cocriada junto com a comunidade, entregará ao município, ainda em outubro, mais qualidade de vida com a requalificação das orlas em dois balneários da cidade

Falta pouco para que os moradores de Guaíba possam aproveitar as orlas totalmente revitalizadas dos balneários Alegria e Alvorada, isso porque as obras de requalificação urbana dos espaços estão na reta final e serão concluídas ainda em outubro. Serão entregues novas áreas de lazer, locais para práticas de esportes, espaço pet, novos píeres e, acima de tudo, mais qualidade de vida às pessoas, especialmente aos moradores dos locais.

 Divulgação Obras_2 (1)

A ação faz parte do CMPC Conecta, criado com o objetivo de fortalecer o elo entre a CMPC e suas comunidades vizinhas, trazendo melhorias efetivas e um legado permanente ao município. Os projetos arquitetônicos e de engenharia foram definidos em conjunto entre a CMPC, o Ministério Público do Rio Grande do Sul, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Luiz Henrique Luiz Roessler (FEPAM) e a própria comunidade, que, por meio do diálogo e de reuniões, contribuiu com sugestões, expondo suas necessidades e desejos para os novos espaços urbanos.

Etapa final

No balneário Alvorada já estão prontas a ciclovia, a calçada do píer e o acesso para barcos, restando alguns acabamentos como pinturas, plantio de árvores, colocação de aparelhos de academia e lazer, entre outros ajustes finais. Ao todo serão 3.920 m² de obras. Já no balneário Alegria estão sendo concluídos o acesso ao Marco Farroupilha, a revitalização da gruta de Oxum, a urbanização da área pet e os demais ambientes de academia e lazer. Serão 9.170m² de espaços revitalizados.

Divulgação Obras_3 (1)

Daniel Ramos, diretor de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da CMPC, destaca que o fato das melhorias serem definidas em conjunto com as comunidades propicia que os moradores criem um laço ainda maior de pertencimento com o local onde vivem. “As pessoas são parte fundamental na construção dessas mudanças. O CMPC Conecta, além de fortalecer cada vez mais a nossa ligação com o município, representa um dos 3 C’s do nosso propósito, que consiste em ‘conviver com as nossas comunidades vizinhas’, deixando para os locais onde atuamos um legado positivo. A transformação dos espaços será um marco para o município, motivando o desenvolvimento local por meio de atividades culturais e esportivas nas orlas”, ressalta.

Sobre a CMPC

A unidade da CMPC Brasil fica localizada no Rio Grande do Sul, faz parte do grupo chileno CMPC e produz 1,9 milhão de toneladas de celulose, matéria-prima biodegradável para fabricação de produtos de higiene pessoal (tissue), embalagens para medicamentos e alimentos, presente em vários outros itens do cotidiano das pessoas. A empresa gera 6,5 mil postos de trabalhos diretos e, considerando os empregos indiretos e induzidos, é responsável pela criação de 45 mil empregos, sendo a maior indústria do estado. A sustentabilidade é um dos propósitos da companhia, que está presente no Brasil desde 2009, e é uma empresa da nova bioeconomia, recirculando 99,8% de seus resíduos sólidos, que são transformados em 15 novos produtos, desde matéria-prima para produção de cimento e painéis de madeira até corretivo de PH do solo e fertilizantes orgânicos. Em 2020, o grupo CMPC comemora 100 anos de atuação no mundo e conta com mais de 17 mil colaboradores em oito países. Outras informações estão no site http://www.cmpc.com.br/.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...