Poesia pura

151666__lover_p

O que faltou dizer…

 

Nunca dissemos tudo o que pensamos

Sentimentos também ficam à margem,

Então, passado um certo tempo, pensamos

O que poderíamos ter dito que pudesse e

De alguma forma, fizesse a diferença…

 

Sei, vou ficar entre o limbo e a vontade,

Vontade de querer falar tudo e mesmo

Que quase nada eu tenha dito, sempre

Vou achar que faltou algo a dizer…

 

Segredos que não podem ser compartilhados,

Desejos que só podem ser sentidos diante

Da mais pura e absoluta reflexão sobre tudo

Aquilo que um dia deixei de falar por tamanha

Inércia ou por medo de que as minhas palavras

Pudessem ser mal interpretadas ou distorcidas…

 

Mas ainda devo uma explicação ao coração

Ele me cobra todos os dias os porquês de coisas

De difíceis compreensões, de quando tudo claro

E que os caminhos seguidos não foram aqueles

Que tanto me avisou, que esperou para a nossa

Vida ser perfeita. Falo de nós, mente e coração,

Trio que mais sofre com as abruptas mudanças,

Das repetidas quase tentativas de um ser

Em viver apenas o que os olhos alcançam…

 

Faltou dizer, sei que foi isso, faltou fazer,

Faltou pedir, faltou calar, faltou sorrir,

Faltou, faltou, faltou…

 

By Laudir Dutra

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...