Vernissages atraem dezenas de pessoas ao Centro Municipal de Cultura Ordovás

DSC_0220

Mostras “Semelhanças e Dessemelhanças” e “Um Olhar Acadêmico Sobre o Amarp” ficam expostas até junho

 

Cerca 80 pessoas prestigiaram a abertura simultânea de duas exposições no Centro Municipal de Cultura Ordovás, na noite de sexta-feira (11/05). As mostras “Semelhanças e Dessemelhanças” e “Um Olhar Acadêmico Sobre o Amarp” trazem reflexões sobre a arte e o que a caracteriza. As exposições permanecem abertas para visitação até 03 de junho, com entrada gratuita.

Para a artista Odilza Michelon, 80 anos, que integra o coletivo responsável pela exposição “Semelhanças e Dessemelhanças”, a noite teve um sabor ainda mais especial. Isso porque uma das suas obras, doada ao Acervo Municipal de Artes Plásticas (Amarp), também foi selecionada pelos alunos da disciplina de Curadoria e Mediação em Arte, do curso de Artes Visuais da Universidade de Caxias do Sul (UCS), para compor a exposição “Um Olhar Acadêmico Sobre o Amarp”.

“Foi uma surpresa quando soube que teriam obras minhas expostas nas duas mostras. Com mais de 50 anos de atividade acho que posso dizer que fiz bastante coisa”, brinca dona Odilza, que integrou a primeira turma do curso de Belas Artes da UCS, na década de 1960.

Assim como a artista, alguns visitantes também se surpreenderam positivamente com a abertura simultânea das exposições. “Vim para prestigiar a mostra sobre o Amarp, da qual minha prima faz parte, e agora estou visitando esta outra (Semelhanças e Dessemelhanças). Achei muito bacana essa ideia. Nunca tinha visitado uma exposição de arte por desconhecimento. Mas, agora, pretendo voltar mais vezes ao Ordovás”, comenta a engenheira civil Renata de Braga Derlam.

Segundo a professora e doutora Silvana Boone, orientadora dos acadêmicos da UCS, a arte tem dois papeis paralelos: o de questionar e o de formar. “Nas duas exposições percebemos que há não somente o interesse em expor as obras, mas explicar o seu processo e contexto. Por isso, foram pensadas em atividades de mediação ao longo do período da exposição para que o visitante possa questionar e também aprender mais sobre o fazer artístico”, defende.

A atividade de curadoria e mediação em arte, realizada pelos acadêmicos do curso de Artes Visuais da UCS, ocorre no dia 14 de maio, a partir das 16h40, no Ordovás. A atividade é gratuita e com vagas limitadas. Já nos dias 12 e 24 de maio, os artistas da exposição “Semelhanças e Dessemelhanças” participam de uma conversa com o público em uma visita guiada à mostra. Os encontros ocorrem às 16h (sábado) e às 19h (quinta-feira). Ambos são gratuitos.

Outras visitas guiadas e debates também estão programados para o decorrer do período das exposições. As consultas sobre a disponibilidade de vagas e mais informações podem ser obtidas pelo e-mail uniartes@caxias.rs.gov.br ou pelos telefones (54) 3228.6079 ou (54) 3901.1316.

Foto Róger Ruffato

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...