Agricultores do Ponto de Safra doam mais de nove toneladas ao Banco de Alimentos

IMG_2816

A solidariedade dos agricultores do Ponto de Safra resultou em 9,3 toneladas de produtos doados ao Banco de Alimentos nas últimas semanas. Desde abril, os participantes da feira passaram a ajudar o programa sempre nas sextas-feiras, encaminhando mantimentos para as mais de 100 entidades cadastradas.

Os funcionários do Banco fazem um roteiro de arrecadação nos três locais do Ponto de Safra (ruas Moreira César, Treze de Maio e Praça Dante Alighieri). Na última edição, 1,2 tonelada de produtos diversos foi coletada. Entre eles alface, cenoura, abobrinha, tomate, abóbora e repolho. Lizete Fiorini é produtora de Tunas Altas, em Vila Oliva, e também está participando da ação. “Acho ótimo poder doar para o Banco, pois assim temos a certeza de que a mercadoria será destinada a alguém que realmente precisa. Às vezes uma maçã pode mudar o dia de uma criança”, declarou.

A agricultora contou que já realizou doações a outras entidades, mas que transportar os alimentos até os locais dificultava o processo. “Agora que o Banco de Alimentos está vindo até a feira para buscar os produtos, ficou muito mais fácil para nós. Só na semana passada, doamos 11 caixas de tomate, que sabemos que foi bem direcionado a quem precisa”, contou Lizete.

De acordo com Ramon Sirtoli, diretor executivo da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), a receptividade está sendo boa. “Os próprios produtores sugeriram para nós, da Smapa, que a doação ao Banco se tornasse um projeto fixo. Todos estão dispostos a ajudar”, contou.

Mais qualidade na alimentação

De acordo com Cristina Fabian Gregoletto, gerente do Banco de Alimentos, os produtos fornecidos pelos agricultores do Ponto de Safra estão sendo importantes para garantir mais diversidade à alimentação de quem necessita. “Segurança alimentar não é só fornecer produtos, precisamos garantir uma alimentação adequada, rica em nutrientes em todas as refeições”, afirmou.

Cristina explicou que o Banco já possui outros projetos de coletas de hortifrutigranjeiros, mas que, como são muitas entidades atendidas, toda ajuda é importante. “Um dos projetos que realizamos todas as semanas é um roteiro de arrecadação nas propriedades rurais de Caxias do Sul. Mas receber direto do Ponto de Safra é muito importante para somar ainda mais alimentos para que não falte nada às entidades”, contou. O Banco também possui câmaras frias, onde todas as sextas-feiras os alimentos são armazenados para serem encaminhados às entidades na segunda-feira seguinte.

Fotos: Janaine Bagatini

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...