Quinta Sinfônica: Maestro canadense Jonathan Girard rege a Orquestra Sinfônica da UCS

Crédito Leandro Rodrigues

Crédito Leandro Rodrigues

A Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul, no próximo concerto do Programa Quinta Sinfônica, no dia 14 de junho, terá a regência do maestro canadense Jonathan Girard, da University of British Columbia, e será comemorativo ao Dia dos Namorados e aos 30 anos do programa UCS Línguas Estrangeiras.

O concerto ocorre às 20h30min, no UCS Teatro, e terá, como solista convidado, Leonardo Winter, professor de flauta transversal no Departamento de Música do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e do Programa de Pós-graduação em Música da mesma instituição.

A Orquestra apresentará as obras: Nostalgia, de Jocelyn Morlock; Concerto para Piccolo e Orquestra de Cordas, de Osvaldo Lacerda, com o solista convidado Leonardo Winter (Piccolo); e Sinfonia No 4, Op. 90 “Italiana”, de Felix Mendelssohn-Bartholdy.

Os ingressos custam R$ 10,00 (dez reais) para balcão e plateia baixa; R$ 20,00 (vinte reais) para mezanino; R$ 30,00 (trinta reais) para plateia; e R$ 40,00 (quarenta reais) para camarotes, sendo garantida a meia-entrada para idosos e estudantes, e estão disponíveis na Loja UCStore, na Galeria Universitária, e na Livraria do Maneco, no centro.

A Orquestra Sinfônica da UCS tem o patrocínio da Unimed Nordeste e o apoio do Simecs e do LionsEduC.

Programa

– Jocelyn Morlock: Nostalgia

– Osvaldo Lacerda: Concerto para Piccolo e Orquestra de Cordas

Vivace spiritoso

Andantino

Allegro inquieto

Solista: Leonardo Winter – Flauta Piccolo

– Felix Mendelssohn-Bartholdy: Sinfonia No 4, Op. 90 “Italiana”

  • Allegro vivace

Andante con moto

Con moto moderato

Saltarello. Presto

Sobre o UCS Línguas Estrangeiras

Nascido em 1988, a partir da criação do Núcleo Integrado de Ensino de Línguas, Tradução, Pesquisa e Produção de Material Didático-Pedagógico, o programa UCS Línguas Estrangeiras completa 30 anos. Dedicado ao ensino das línguas alemã, chinesa, espanhola, francesa, inglesa, italiana, japonesa e portuguesa para estrangeiros, teve, durante esse tempo, mais de 45.300 alunos.

O programa atende aos acadêmicos – que podem utilizar os cursos de línguas e qualificar ainda mais o currículo de seu curso universitário – , pré-adolescentes e adultos da comunidade, além de alunos de grupos sênior.

Localizado no Bloco L, o programa UCS Línguas Estrangeiras conta com 23 salas de aula e laboratório multimídia de línguas. São 27 professores qualificados, que buscam promover a aprendizagem de línguas em um ambiente adequado e profissionalmente preparado.

O UCS Línguas Estrangeiras é centro aplicador dos exames: TOEFL – Test of English as a Foreign LanguageGoethe Zertifikat ( língua alemã), Certificado Internacional de Língua Portuguesa (CILP) e Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira (DELE), sendo o único centro associado ao Instituto Cervantes, no Brasil.

Sobre o Maestro convidado

O maestro Jonathan Girard goza de uma reputação como força musical igualmente versada em repertório sinfônico, ópera e música nova. Com o compromisso de atrair o público com performances emocionantes, Girard dedica-se a elevar o padrão de treinamento orquestral no Oeste do Canadá em seu cargo de Diretor de Orquestras da Escola de Música da Universidade da Colúmbia Britânica (UBC). Recentemente, Girard foi nomeado para a faculdade de regência no Festival de Música Marrowstone, onde regeu a Orquestra Filarmônica em um concerto com obras de Verdi, Respighi e Rimsky-Korsakov. Ele também atua como maestro assistente da Vancouver Symphony Whistler Institute Orchestra. No verão de 2015, Girard fez sua estreia regendo ópera na Europa com a Academia de Música Europeia, regendo a Orquestra Filarmônica do Norte da República Tcheca, com performances de Le nozze di Figaro em casas de ópera em toda a República Tcheca. Girard foi o maestro assistente da Ohio Light Opera de 2012 a 2014 e regente suplente da Rochester Philharmonic Orchestra (NY) em 2012. Destaque da promoção da música nova, Girard está na metade de um projeto de gravação de dois anos para o selo Centrediscs, gravando concertos com músicas de compositores da Colúmbia Britânica. Em maio de 2015, estreou a nova ópera de Stephen Chatman, Choir Practice, lançada pela Centrediscs em maio de 2016. Girard regeu estreias mundiais de obras de Ricardo Zohn Muldoon, Elizabeth Kelly, Jung Sun Kang e John Liberatore, entre outros. Regeu as estreias norte-americanas de NONcerto para trompete e orquestra de Richard Ayres, Saturnalia e Endre és Johanna de Emmerich Kálmán e Sequentia de Arvo Pärt. Jonathan Girard foi maestro convidado residente da Escola de Música da Universidade do Norte de Iowa de 2010 a 2011, e ocupou cargos como diretor de música da New Eastman Outreach Orchestra e Waltham Philharmonic (MA), regente associado da Brockton Symphony Orchestra (MA), regente convidado principal do Boston Orpheus Ensemble e assistente do teatro Portland (ME) Opera Repertory Theatre. Na Eastman School of Music, estudou regência com Neil Varon e foi o maestro assistente da Orquestra Sinfônica de Eastman, The Eastman Philharmonia e The Eastman Opera Theatre.

Sobre o solista Leonardo Winter

Professor de flauta transversal no Departamento de Música do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e do Programa de Pós-graduação em Música da UFRGS (Mestrado e Doutorado em Práticas Interpretativas: Flauta), tem procurado conciliar intensa atuação como solista, camerista, músico de orquestra e suas atividades como professor. Como músico solista, tem atuado junto a diversas orquestras brasileiras: Orquestra de Câmara Unisinos, Orquestra de Câmara da ULBRA, Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, Orquestra de Câmara SESI-FUNDARTE, Orquestra de Câmara de Blumenau e junto às Orquestras Sinfônicas da Universidade Federal da Bahia, Orquestra Barroco na Bahia e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Como camerista, tem atuado em diversas formações instrumentais em recitais no Brasil, Suíça, Portugal, Argentina e Uruguai. Músico da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) desde 1990, tem atuado sob a regência de maestros de renome no cenário nacional e internacional e ainda como músico convidado de várias orquestras. Vencedor de diversos concursos musicais, especializou-se em repertório brasileiro e internacional para instrumentos de sopros, bem como na estreia de novas obras especialmente dedicadas a ele, resultando em diversos registros fonográficos (CD Trio de Madeiras de Porto Alegre, Mahavydias do compositor Vagner Cunha e no CD Porto Allegro do violonista, compositor e professor Daniel Wolff, entre outros). Tem ministrado masterclasses em instituições de ensino no Brasil e exterior e também atua como professor em festivais de música. Idealizador e fundador do Encontro de Flautistas do RS, festival que congrega renomados professores nacionais e internacionais nas Universidades Federais de Santa Maria, Pelotas e Porto Alegre. Atuou ainda como coordenador e curador artístico da série Música no Museu Júlio de Castilhos (2006 e 2007), Projeto Interlúdio de Recitais Musicais na UFRGS (entre 2009 e 2014) bem como integrou a comissão artística da Fundação OSPA entre os anos 2010 e 2012. Doutor em Performance Musical, tem publicado regularmente artigos em revistas nacionais e internacionais enfocando o repertório brasileiro para flauta, musicologia, análise musical e interfaces com a performance musical.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...