Poesia: Sou todo cor, sou todo, Sou todo amor…

love_is_in_black_and_white_by_leebronte

 

 

 

 

By Laudir Dutra

 

 

Deveras eu poder ser sempre

Aquilo que possa cativar meu eu.

Simplesmente me emociono com

Tantos lados de uma mesma moeda…

 

Seguro estaria se tivesse asas para voar,

Se o coração pudesse ter o livre arbítrio

De pousar em campos verdes ou em

Águas calmas que permitisse flutuar,

Sonhar e acordar sentindo a realidade…

 

Mergulhado que estou neste imenso

Mar de emoções, submerso até o

Pescoço, vendo a linha do horizonte

Deste rio calmo sem ondas para o

Meu pensamento desviar…

 

Seja por hoje, seja por todos os dias,

Que a minha alegria de viver intensamente

Não seja contida por meras coincidências

De uma vida que teve de tudo até agora,

E que por um monte de outras coisas

Que só esta vida explica, ainda não decolei…

 

Coração agitado, adrenalina lá em cima.

Outro dia cheio de pensamentos bons,

Lembranças de um tempo distante,

Talvez nem tanto por ser longe, ou

Nem tão longe que o pensamento

Não possa alcançar e celebrar com

Carinho, todas as passagens de uma

Vida numa fração de segundos…

 

 

 

 

horiz meia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...