Num jogo cheio de participação do árbitro de vídeo, Portugal e Irã empatam. 1×1

775137975PR00386_Iran_v_Por

 

Portugal empatou com o Irã por 1  a 1 nesta segunda-feira (25) e garantiu a segunda vaga no Grupo B da Copa da Rússia. Portugal teve até um pênalti desperdiçado pelo astro Cristiano Ronaldo.

Com o resultado, os portugueses irão enfrentar o Uruguai nas oitavas de final. Já o Irã está eliminado do Mundial.

O jogo

O duelo começou truncado, já que o técnico português Carlos Queiróz, do Irã, escalou um esquema com quatro defensores e cinco meio-campistas e apenas um atacante fixo, Sardar.

Logo aos 3′, porém, Cristiano Ronaldo costurou boa jogada pela esquerda e chutou cruzado, para a boa defesa do goleiro Beiranvand. Apesar da forte marcação, o Irã abria brechas aos ataques portugueses. Aos 9′, William cruzou a bola, o goleiro Beiranvand soltou bisonhamente a bola nos pés de João Mário. O meia não aproveitou o presente e chutou por cima do gol.

O goleiro estava querendo entregar, espalmando duas bolas fáceis aos 12′ e 13′, mas Portugal não conseguiu aproveitar.

Na melhor oportunidade do Irã no primeiro tempo, aos 23′, Jahanbakhsh foi lançado. Mas Rui Patrício faz a defesa antes de o meia conseguir finalizar. Aos 34′, o Irã voltou a assustar. Após cruzamento de Jahanbakhsh. Ezatolahi cabeceou fraco, para a defesa de Rui Patrício.

Gol de Portugal

Com dificuldade para penetar na área adversária, Portugal só voltou a finalizar aos 40′. Cristiano Ronaldo chutou de fora da área. A bola chegou fraca, para a defesa de Beiranvand.

Quando tudo levava a crer que o placar não sairia do zero no primeiro tempo, Quaresma deu um chute colocado que Beiranvand não conseguiu defender.

CR7 perde pênalti 

Aos 5′, o árbitro paraguaio Enrique Cáceres solicitou o VAR para revisar lance em que Cristiano Ronaldo foi derrubado na área por Ezatolahi. Após o uso do vídeo, o juiz confirmou o pênalti, gerando reclamação acintosa do time iraniano. CR7, porém, desperdiçou a cobrança, defendida por Beiranvand.

O pênalti defendido deu moral ao Irã, que passou a buscar mais o ataque. O Irã, contudo, preocupou-se mais em reclamar de pênaltis inexistentes após seus atletas se jogarem na área portuguesa.

Portugal domina

Aos poucos, Portugal começou a retomar o controle do jogo. Aos 26′, Adrien Silva apareceu com perigo, mas chutou por cima do gol. Um minuto depois, Ghoddos, que tinha acabado de entrar, recebeu passe na entrada da área e chutou forte. A bola passou à direita de Rui Patrício.

O lance mais perigoso para Portugal até aquele momento do segundo tempo aconteceu bem longe do gol de Rui Patrício. Em disputa de bola no meio do campo, Cristiano Ronaldo atingiu o zagueiro Pouraliganji. O árbitro solicitou novamente o VAR e, após longo suspense, decidiu apenas dar o cartão amarelo ao jogador.

Empate do Irã

Aos 47′, em nova revisão pelo VAR, o árbitro deu pênalti para o Irã em toque na mão de Raphael Guerreiro. Ansarifard cobrou bem e empatou o jogo. Logo depois, o Irã quase virou, mas Mehdi desperdiçou boa chance.

Hector Vivas/Getty Images

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...