Programa Jovens Líderes viabiliza experiência internacional em diplomacia cidadã a estudantes de ensino médio

Participantes caxienses do Jovens Líderes junto com assessora internacional da UCS0202002020

UCS é parceira da iniciativa junto à CIC e Prefeitura Municipal de Caxias do Sul, a partir de acordo firmado pelo poder público municipal com a cidade norte-americana de Little Rock, no estado do Arkansas. A cooperação é oportunizada pela associação global de cidades irmãs Sister Cities International

Um grupo de onze estudantes caxienses de ensino médio está de malas prontas para visitar a cidade norte-americana de Little Rock, capital do estado do Arkansas. São estudantes do CETEC –Centro Tecnológico Universidade de Caxias do Sul, do Colégio São José e da Escola Estadual Irmão Guerini que participam do Projeto Jovens Líderes, uma parceria da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, Universidade de Caxias do Sul e Prefeitura Municipal de Caxias do Sul. A programação se estende de 16 a 22 de julho, proporcionando-lhes vivências em temas internacionais e em diplomacia cidadã. Durante a experiência, os jovens serão considerados hóspedes, o que viabiliza o desenvolvimento de competências e maturidade intercultural, conforme a proposta do programa.

“A primeira experiência internacional dos participantes será diferenciada, pois terão o comprometimento de representar a cidade de Caxias do Sul e apresentá-la, assim como o estado e o país, ao prefeito de Little Rock e ao município. E, posteriormente, farão a acolhida à delegação norte-americana em Caxias do Sul, mostrando nossas particularidades e a nossa hospitalidade”, explica a assessora internacional da UCS, Fabiola Carla Sartori, que integra a delegação caxiense e coordena o projeto junto ao coordenador-executivo do Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade – TecnoUCS, Enor José Tonolli, ambos membros do Comissão de Caxias do Sul para Cidades Irmãs – CCSCI.

A primeira iniciativa de intercâmbio caxiense no projeto Jovens Líderes decorre de um acordo de cooperação firmado entre Caxias do Sul e Little Rock, em novembro passado. Assinado para facilitar o desenvolvimento de oportunidades para o estabelecimento de relações econômicas, sociais, culturais e educacionais, o termo tornou os municípios cidades irmãs através da organização sem fins lucrativos Sister Cities International. São parceiros no projeto Jovens Líderes a Prefeitura, a UCS, por meio do UCS Internacional e do TecnoUCS, e a CIC. Os participantes arcaram apenas com custos de passagem e visto, sendo que valores relacionados à hospedagem, passeios e traslados serão subsidiados pela parceria.

Delegação caxiense

Para integrar o projeto Jovens Líderes, os estudantes passaram por uma banca seletiva que demandou nível avançado de fluência na língua inglesa. Formarão a comitiva os alunos Ana Carolina Carniel, Cecília Battisti Tolotti, Domênica Clara Fistarol, Isabela Diegues Vaz Marostica, Marina Gil Rech, Valentina Erlo Santos Giacomet, Arthur Pilatti Almeida, Henrique Boschetti Bertuol, Felipe Gatelli Gauer, Rafael Sartori Flores e Vinícius André Rech Boff.

Além dos coordenadores da Universidade de Caxias do Sul, que acompanharão o grupo de jovens nos Estados Unidos, a CCSCI acompanhará e dará suporte ao programa através dos representantes da CIC, o diretor-executivo Gelson Dalberto, presidente da Comissão, e a diretora de Negócios Internacionais Denise Focardi Cardoso Gallio; e da Prefeitura Municipal, a secretária do Turismo, Renata Aquino Carraro, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, Emílio Andreazza.

A preparação dos participantes teve início ainda no mês de maio, por meio de reuniões que incluíram familiares, acompanhantes da missão e workshops sobre aspectos comportamentais, interculturais e história, com estagiários norte-americanos do Programa Fulbright na UCS e docente do CETEC, além de encontro com orientações pré-embarque.

A programação em Little Rock incluirá a acolhida por famílias anfitriãs, visita à Prefeitura e reunião com o prefeito e a Comissão das Cidades Irmãs, além de tours por locais como o Centro Cultural Mosaico dos Templários, o Capitólio do Estado, o Clinton Presidential Center, a organização assistencial Heifer International, a fazenda urbana do município e o museu histórico do Arkansas, além da escola Central High School. Entre outros ambientes visitados estarão a ponte para pedestres e ciclistas Big Dam, o River Market, o Centro de Artes de Arkansas, o Memorial dos Veteranos da Guerra da Coreia, o Museu de História Militar e o parque estadual Petit Jean.

Little Rock

Entre 30 de julho e 3 de agosto, a comitiva de Little Rock vem ao Rio Grande do Sul para uma visita nos mesmos moldes. Participam nove estudantes junto aos coordenadores Bryan Griffith, assistente de interlocução entre o gabinete do prefeito a Comissão de Cidades Irmãs de Little Rock (LRSCC), e Robert Zeiler, membro da LRSCC e interlocutor com Caxias do Sul.

No estado gaúcho, os norte-americanos farão um tour por Porto Alegre com visita ao Centro Histórico, à Usina do Gasômetro, na orla do Rio Guaíba, e serão recebidos pelos representantes do Consulado Norte-Americano em Porto Alegre. Em Caxias do Sul, onde será a acolhida pelas famílias anfitriãs, a comitiva será recebida pelo prefeito municipal e pela Câmara de Vereadores, participará de tours pelos pontos turísticos da cidade e pelas empresas Randon e Marcopolo, além de vivenciar um dia turístico entre Caxias, Nova Petrópolis, Gramado e Canela. No último dia da visita, o grupo de jovens terá atividades diversas no CETEC e com a Escola de Gastronomia da UCS.

Todo o traslado da delegação de Little Rock no município será realizado pela Murbi, plataforma digital de transporte coletivo urbano desenvolvida no StartUCS, programa de pré-aceleração de empreendimentos da UCS.

Sister Cities International

A associação Sister Cities International, fundada em 1956 e sem fins lucrativos, atuou como organização nacional de membros para cidades e estados irmãos nos Estados Unidos. Hoje, a rede reúne milhares de diplomatas, cidadãos e voluntários em mais de 500 comunidades membros, com mais de 2.000 parcerias em 145 países.

A reestruturação dos serviços para uma atuação global ocorreu em 2015, e atualmente o trabalho é disponibilizado para todas cidades e outras comunidades não pertencentes aos EUA que desejam aproveitar os benefícios da rede de cidades irmãs. Entre as atividades promovidas estão viagens globais, intercâmbios de jovens de ensino médio, acadêmico, entre governanças municipais e atividades culturais. Também são realizados projetos de apoio a comunidades em desenvolvimento, humanitários, parcerias econômicas, desenvolvimento de negócios, delegações comerciais e conferências regionais anuais.

Imagem: Divulgação

horiz meia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...