Definido o calendário 2019 para recolhimento de doações no Sábado Solidário

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

O Banco de Alimentos de Caxias do Sul, vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS), celebra 13 anos de criação na próxima sexta-feira (07/12). Um evento de agradecimento aos voluntários e colaboradores marcou a data nesta terça-feira (04/12), no restaurante da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC). Na oportunidade, a gerente de Segurança Alimentar do Banco, Cristina Fabian Gregoletto, apresentou dados das ações realizadas ao longo de 2018 e evidenciou a necessidade de novos voluntários para auxiliar no recolhimento de doações. A principal atividade nesse sentido é o Sábado Solidário, que recebe donativos da comunidade nos mercados caxienses no segundo sábado do mês.

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

Em 2018, algumas edições precisaram ser remanejadas em função de feriados e datas comemorativas. Em 2019, todas ocorrerão nos segundos sábados: 12/01; 09/02; 09/03; 13/04; 11/05; 08/06; 13/07; 10/08; 14/09; 12/10; 09/11 e 14/12. O recolhimento ocorre em 40 mercados de diversas regiões da cidade, das 8h até o fechamento das unidades. Conforme Cristina, atualmente são 108 instituições ou projetos sociais ajudados, distribuindo cerca de 60 toneladas de alimentos por mês, numa média de 8 mil refeições por dia. “O principal objetivo do Banco de Alimentos é o combate ao desperdício de comida e à fome no Município. O Banco atua como um centralizador de doações, distribuindo os alimentos da forma mais correta possível, conforme a necessidade de cada entidade. Também fazemos a capacitação para o recebimento de alimentos adequados e visitas nas instituições beneficiadas, a fim de analisar as equipes e capacitá-las para o melhor uso da comida”, informa.

Além do Sábado Solidário, que recolhe mensalmente em torno de nove toneladas de doações, o Banco também se sustenta com outras iniciativas. Desde abril deste ano, a equipe recolhe o excedente de comercialização da feira Ponto de Safra, que ocorre às sextas-feiras em três locais no centro da cidade. O Recanto Solidário, por sua vez, é um projeto para a coleta do excedente da Ceasa Serra, somando 10 toneladas de hortifrutis por mês. Por meio de visitas em propriedades rurais, o Banco coleta ainda verduras doadas por agricultores caxienses. “Alguns desses alimentos teriam como destino o lixo, por não terem saído no comércio, devido ao processo de amadurecimento. É muito importante que as pessoas conheçam o Banco de Alimentos e que vinculem suas ações ao Banco, pedindo um quilo de alimento na entrada, por exemplo”, enfatiza a gerente.

Na mesma linha, o titular da SMSPPS, Clovis Juvenal Pacheco, informou durante o evento que, a partir de 2019, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) receberá verbas de R$ 600 mil ao ano da administração municipal. O serviço incentiva a produção local de hortifrutigranjeiros, comprando os cultivos de agricultores da região e repassando os produtos para instituições cadastradas no Banco, que atendem pessoas em vulnerabilidade social. “O Governo Federal reduziu os investimentos no PAA. Para que pudéssemos dar continuidade a esse programa, abraçamos a iniciativa por meio da prefeitura. O prefeito foi sensível a essa questão. Temos que manter essas ações sempre em crescimento”, resumiu.

Para atuar como voluntário do Banco de Alimentos, basta entrar em contato pelo telefone (54) 3211.5943. A sede fica na rua Jacob Luchesi, 3.181, junto à Ceasa Serra. A próxima edição do Sábado Solidário ocorre neste fim de semana (08/12).

Homenagens

Voluntários e representantes de entidades beneficiadas foram recebidos com uma apresentação do Centro Assistencial e de Promoção Social Joana D’Arc, que é contemplado com alimentos do Banco. O presidente do grupo gestor do Banco de Alimentos, Euclides Sirena, prestou uma homenagem ao voluntário falecido Jaudir Sensi, entregando uma placa à sua esposa. “Ele era uma pessoa que nos ajudou muito, abriu muitas portas. Há 13 anos, o Banco tinha somente 14 pessoas. Às vezes, se conseguia algumas caixas de comida. Agora, chegamos a muitas toneladas. Sempre temos pessoas precisando, pessoas desempregadas… E a equipe não mede esforços em ajudar”, define Sensi. Ao final do evento, os convidados tiveram uma palestra sobre psicologia positiva com as psicólogas Fernanda Medeiros e Joy Stedile.

Foto Luciane Modena

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...