Poesia…

14731337_1226054724105024_2826481714005286687_n0909090909090909

 

 

 

 

 

Envelhecer como uma criança,

Aventura de ser uma nova pessoa

Todos os dias…

 

 

Hoje senti vontade de comer laranja

Colhida do pé, ainda meio amarga.

 

Uma onda de nostalgia me remeteu

Aos meus tempos de criança, onde

Cada momento era como uma magia,

Uma aventura sem hora para acabar…

 

 

Aos poucos sinto o frio chegando,

Me lembra o aconchego, o ócio

Desapego às coisas imediatistas;

Ter vida de artista, poder captar

Tudo o que está ao meu redor,

Tocando de leve a grama molhada,

A chuva batendo no telhado e

O abraço que ainda não foi dado…

 

 

Criança levada feito velho

Que quer todas as idades.

 

No seu mundo imaginário,

Onde os dias são mais longos,

As noites são mais frias e

Tudo o que devia ser, parece

Que ainda não teve sentido

Para acontecer…

 

 

Uma brisa bate em meu rosto

Ela me parece tão familiar.

 

Acostumou a fazer estrada

Na minha tez, sempre passa

Assim, se fazendo notar, como

Um bálsamo a perpetuar tudo

O que um momento deve conter…

 

 

Sentir na pele a chegada dos anos,

Maravilhado que fico, sempre que

Percebo jovem, dono da minha

Intrépida mania de viver a cada dia

Um sonho que ainda não sonhei…

 

 

By Laudir Dutra

 

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...