Poesia

Foto Erika Bueno

Foto Erika Bueno

 

As variáveis se vão por terra

 

Então terei que procurar no chão

Do solo que piso, a indelicadeza da

Alma que sente um vazio. Mesmo

Na poeira de uma longa jornada,

Ver com olhos de tristeza a mente

Que se debate entre a defesa

De uma causa quiçá perdida…

 

Imagino agora um monte

De cenários possíveis de ser;

E se fosse assim tão inesperado

Como se eu tivesse tudo planejado,

Tudo arrumadinho, onde estar ali

Inserido só mesmo por estar

Seria a mais completa e absurda

De todas as minhas verdades?

 

São tantas viagens que embarcamos,

Um monte de passagens de ida.

Rumos e trajetos desconhecidos

Embalados pela única razão de

Estar ali, pura e simplesmente…

 

Algumas etapas foram queimadas

Eu sei a necessidade de recomeçar,

Outra estrada, que não essa estrada

Deveria ter sido incansavelmente

Tentada, mesmo que só para ver

E sentir o quanto andamos em vão…

 

Não ligue se eu chorar,

Talvez seja essa a única forma

De dizer o quanto sinto

Ser assim tão desprovido

De um plano B…

 

By Laudir Dutra

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...