Festival Sabores de Colônia movimenta Nova Petrópolis

IMG_1672

A 6ª edição do Festival Sabores da Colônia de Nova Petrópolis foi aberta oficialmente na última sexta-feira (07/06). A cerimônia contou com a presença do presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, do prefeito Regis Luiz Hahn, autoridades, expositores, munícipes e visitantes. O evento prossegue até 23 de junho, de sexta a domingo, das 10h às 19h, na Praça das Flores e Rua Coberta, com entrada franca. Gastronomia, agroindústrias, artesanato, produtos coloniais, atrações culturais, oficinas e muito mais integram a programação.

Sandri destacou a participação ativa da Emater/RS-Ascar junto às agroindústrias familiares e pequenas propriedades rurais, bem como na profissionalização dos agricultores através dos cursos oferecidos no Centro de Treinamento de Nova Petrópolis (Cetanp), sempre com a missão de promover o desenvolvimento rural sustentável do RS nas áreas social, ambiental e econômica. Também enfatizou a importância da parceria e entrosamento entre as entidades e com os agricultores para que iniciativas como esta aconteçam.

O prefeito ressaltou que a Emater/RS-Ascar é uma grande parceira da administração municipal no desenvolvimento rural e informou que Nova Petrópolis tem seis agroindústrias familiares para inaugurar. Ainda, segundo ele, o município conta com o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-RS) já implantados, para que os produtores possam agregar mais valor aos seus produtos, trabalhar à luz da lei e comercializar em todo o território gaúcho.

Este é o primeiro evento no qual três agroindústrias de produtos de origem animal, recentemente viabilizadas em função da implantação do SIM e da assistência da Emater/RS-Ascar, estão ofertando seus produtos ao público. Uma delas é a Queijaria Tradição, que produz queijos colonial e temperados. O jovem Marcos Seefeld, de 29 anos, conta que está dando continuidade, hoje de forma legalizada, à produção de queijo que começou com o avô, uma tradição de mais de 70 anos na família. O produtor diz que a expectativa com relação ao festival é muito boa e que também irá participar da Expointer neste ano.

 Crédito Rejane Paludo – Emater/RS-Ascar

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...