Bailarino bolsista do Núcleo Artístico Ballet Margô passa a receber apoio do Instituto Sérgio Lovato

thumbnail

Passos firmes acompanhados de movimentos precisos que expressam muita leveza e delicadeza são características do ballet, e o pequeno Robert Nicolas Rodrigues, de 13 anos, domina esta técnica de dança e encanta em cada apresentação. Bolsista do Núcleo Artístico Ballet Margô, há três anos, já conseguiu se destacar em vários festivais recebendo diversas premiações. Sucesso nos palcos que chamou a atenção da equipe do Instituto Sérgio Lovato e agora ele passa a receber o apoio nas inscrições, transporte e figurino para as próximas apresentações.

A professora e produtora cultural Katherine Brusa explica que o projeto de bolsas de estudo do Ballet Margô iniciou em 2010 por meio do Financiarte. O Robert chegou na escola para acompanhar a irmã em um dos processos para bolsistas. “Na hora perguntei se ele também tinha interesse em participar. Robert fez o teste e já se destacou, ficamos encantadas com a postura dele. No início fazia três aulas por semana, hoje vem para a escola todos os dias, de segunda a sexta, praticando ballet, hip hop, contemporâneo, jazz, flamenco, pilates e alongamento”. Katherine também destaca a habilidade que ele possui em todos os estilos de dança oferecidos pela escola. “Percebemos que o trabalho é recíproco, ele é um filho para nós, sabemos que esta é uma oportunidade de seguir carreira, ainda mais um menino no ballet clássico, a sensação é de extremo orgulho”.

thumbnail (1)

Morador do bairro Pôr do Sol, zona norte de Caxias do Sul, Robert é um exemplo de dedicação e persistência, um menino de família humilde que se dedica incansavelmente no aprimoramento dos passos de ballet. Na parte da manhã, ele estuda na Escola Municipal de Ensino Fundamental Fioravante Webber, no bairro Pioneiro. Na parte da tarde, chega para treinar às 14h e fica na escola de até as 21h, isso demonstra a vontade que ele tem de evoluir na dança e a gratidão pelas oportunidades que recebe. “É muito prazeroso e gratificante o meu dia a dia aqui, um constante aprendizado e aprimoramento das técnicas de dança. Para planejarmos um futuro precisamos de ferramentas e toda essa base que estou recebendo será de fundamental importância para que eu possa seguir a minha carreira. O apoio do Instituto me deixa sem palavras, é um reconhecimento do meu desempenho, vou seguir fazendo o melhor para retribuir todo este carinho”, conta Robert.

Apesar de ganhar a bolsa integral, que isenta Robert de pagar a mensalidade, os custos com deslocamento e roupas nas apresentações devem ser pagos à parte e são muito elevados. Fato que inviabiliza o sonho de muitos jovens de seguir a carreira na dança. “O Instituto foi fundado para mudar o caminho das pessoas, e este gesto de apoio ao jovem e talentoso Robert é uma forma de valorizar a arte e a cultura. Sabemos que com esta atitude nós estaremos auxiliando ele na realização dos seus sonhos”, comenta o presidente do Instituto Sérgio Lovato, Eduardo Lovato. 

Os próximos eventos que Robert participará e o Instituto arcará com as despesas são o Festival Internacional de Dança de Porto Alegre 2019; Festival de Joinville e no Bento em Dança. Entre as premiações que Robert já recebeu estão: segundo lugar com o duo Palhacinhos no Festival Internacional de Dança de Porto Alegre; recebeu bolsa nos Festivais CBDD – RJ e CBDD KIDS RJ, dirigido por Flávia Burlini; 100% de desconto para 1 semana Cursos de Aperfeiçoamento em 2020, no Ballet Vera Bublitz, em Porto Alegre. Robert também recebeu premiações internacionais, como 40% no Summer School para Julho 2020, na Annarella Sanchez Summer School, em Leiria, Portugal, que é representante Brasileiro oficial Ana Palmieri. 

 

Sobre o Núcleo Artístico Ballet Margô

O Ballet Margô foi fundado em 1982 na cidade de Caxias do Sul, e passou a assumir definitivamente o nome Núcleo Artístico Ballet Margô a partir de 2017 por ser um centro criativo com vertentes potentes na estrutura física e artística. Em 2016 ampliou suas instalações por meio de seis prêmios conquistados como melhor escola, dentre eles e principalmente, o Prêmio Desterro, que possibilitou este investimento. Neste ano, completa 37 anos sob a direção da coreógrafa de Ballet Clássico e figurinista Margô Dalla Rosa Brusa, produção e administração de Katherine Brusa e direção artística e coreografias de Dança Contemporânea de Matheus Brusa. Em sua história possui diversos prêmios de melhor escola, melhor coreógrafo(a), melhor bailarina e melhor coreografia. No Festival de Dança de Joinville conquistou 48 prêmios com 55 trabalhos aprovados para a Mostra Competitiva e Meia Ponta. Após a inclusão do gênero de dança contemporânea infantil no ano de 2014, foi a única escola a conquistar média acima de 9. Destaque para o corpo docente da escola, que conta com qualificados profissionais, especialistas em suas modalidades, constantemente convidados a ministrar aulas, fazer parte de banca de jurados e palestrar em diversos centros de dança e eventos do Brasil e da América.

Equipe Núcleo Artístico Ballet Margô:

Direção Artística: Margô e Matheus Dalla Rosa Brusa

Ballet Clássico – Simone Andreola, Isadora Martins, Cibele Stédile, Daiane Kerber, Maria Eduarda Klein e Milena Sartori

Dança Contemporânea – Matheus Brusa e Maria Eduarda Klein

Danças Urbanas –  Denis Oliveira

Alongamento e preparo física – Kathi Brusa

Pilates – Tábata Faé

Jazz – Cibele Stedile

Flamenco – Uyara Camargo

Assistente de Produção – Brenda Pereira

 
 
Foto 1 – apresentação – Crédito: Solange Avelino
 
Foto 2 e 3 – Crédito: Luís Henrique Bisol Ramon
FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...