Possibilidade de Grenal na final da Copa do Brasil deixa o RS em polvorosa

Alisson marca para o tricolor e classifica-o para a semifinal contra o Athletico PR - Foto Lucal Uebel/Grêmio/Fotos Públicas

Alisson marca para o tricolor e classifica-o para a semifinal contra o Athletico PR – Foto Lucal Uebel/Grêmio/Fotos Públicas

Foi uma noite memorável para os gaúchos, afinal o que estava em jogo era simplesmente a possibilidade de estar entre os quatro melhores da Copa do Brasil, embolsando aí quase R$ 7 milhões de premiação.

A primeira missão era do Grêmio que foi a Salvador para enfrentar o Bahia treinado por uma cria da casa, Róger Machado. Na Arena do Grêmio na quarta passada, placar de 1×1, e como não há mais saldo qualificado, só a vitória interessava aos dois nesta quarta, 17 de julho na Arena Fonte Nova na Bahia. Tudo indicava que não seria um jogo fácil e que os baianos ofereceriam aos tricolores do sul uma resistência muito grande. A tendência é que viriam para cima em algum momento do jogo, tentando mostrar o porquê de um time ajustadinho e que vem realizando bons jogos nos seus domínios. Não havia perdido ainda sob o comando do gaúcho Róger Machado jogando em casa, mas o Grêmio se impôs do início ao fim e através de Alisson, fez um a zero e trouxe para casa a vaga. Agora o adversário é o Athletico PR que eliminou o Flamengo em pleno Maracanã.

Algumas reclamações de penalidades máximas mexeu com os ânimos do jogo, mas ficou mesmo 1×0.

Inter fez história novamente e chega a

mais uma decisão de Copa do Brasil

Patrick marca para o Inter depois de uma bola chutada prensada contra a zaga palmeirense - Foto Ricardo Duarte

Patrick marca para o Inter depois de uma bola chutada prensada contra a zaga palmeirense – Foto Ricardo Duarte/Grêmio/Fotos Públicas

O adversário era o temível Palmeiras do técnico Luiz Felipe Scolari. Os paulistas já havia vencido na quarta-feira no Allianz Parque em São Paulo pelo placar de 1×0, só que não o suficiente para jogar como jogaram de forma relaxada em Porto Alegre e foram surpreendidos pelo excelente jogo que a equipe comandada por Odair Hellmann proporcionou na noite de ontem no Beira-Rio.

Desde o início, comandada por D’Alessandro que literalmente ‘comeu’ a bola, seguido por Patrick que também fez um excelente jogo, foram pra cima e tiveram só no primeiro tempo pelo menos 5 chances claras de abrir o placar, sempre esbarradas no excelente goleiro Weverton que evitou vários lances perigosos. Mesmo tendo essa barreira verde pela frente, o Inter não se encolheu e teve paciência para construir o placar de 1×0. Tramou pela direita, justamente com o argentino, Bruno e Edenilson, que chutou, a bola sobrou para Patrick que chutou prensado contra a zaga para abrir o placar.

Na segunda etapa, a partida seguiu na mesma toada, o Inter procurando as jogadas e gols e foi numa dessas vezes que o Palmeiras conseguiu desgarrar do seu campo de defesa, a bola sobrou para Felipe Melo que invadiu a área, disputou a jogada e se jogou. O árbitro marca pênalti, quando a partida já invadia os 40 minutos. Entra em cena o VAR. O árbitro Rafael Traci de Santa Catarina, muito fraco, consultou o monitor e anula o tento.

Após, o Inter contra atacou, bola alçada na área, Nico Lopes chuta duas vezes para a defesa de Weverton. Escanteio atido por D’Alessandro, bola na cabeça de Victor Cuesta. Gol do Inter. Seria o placar esperado para eliminar os paulistas nos 90 minutos. Reclamações dos palmeirenses, o VAR é acionado, o juiz vai até o monitor, não antes de expulsar D’Alessandro que o perseguia reclamando bastante.

O árbitro decide por anular o gol de forma injusta, levando a partida para a cobrança de penalidade máxima.

Para o Inter marcaram Guerrero, Sobis, Rodrigo Lindoso e Edenilson. Patrick erra. No Palmeiras Moisés chutou no travessão, depois de cobrança já alternada e convertida por Nonato.

Se Inter e Grêmio passar, o RS vai parar, dois grenais decidirão o certame. Agora para o Inter vem o Cruzeiro MG que tenta a sua sétima conquista da Copa do Brasil.

 

 

 

By Laudir Dutra

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...