Poesia: When Will I See You Again*

20190718_11351200000

 

*Quando vou ver você de novo

 

 

Acordei com a melancolia dos olhos

Busquei razões para definir meu estado.

Talvez a mudança abrupta do tempo

Me fez tão pensativo, pulsando no peito

Um coração que anseia por momentos…

 

Uma pintura na tela, um céu nublado

Talvez não tenha compromissos com

O viver da gente, indiferente, silente

Apenas reflete no peito aquilo que sente…

 

Páginas de um livro diversas vezes lido,

Conteúdo carregado de esperança,

Despertador de uma paixão que pulsa

E sai do corpo como a alma da gente

Que à noite vai em busca da outra,

Sua metade que jurou compromisso

Quando os olhos se chocaram de leve…

 

Ternura, sono que ficou da noite passada,

A chave para abrir todo o segredo, medo

Leituras da madrugada, cama fria, sombria

Lente embaçada, olhos que te buscam,

Mente criativa que interpreta meu viver,

Querer depois de tudo o que de mais lindo…

 

O que fica mesmo é uma imensa vontade

De sair por aí, se sentindo acarinhado

Cumplicidade que não se tem notícia.

Tão raro interpretar o que quis dizer

Quando em meio a tanta gente me olhas

Se fazendo cautelosa sem desviar o querer

Desfazendo interpretações equivocadas

Ao mesmo tempo em que me diz tudo,

Pois não existe nada mais importante

Do que simplesmente se deixar querer…

 

 

By Laudir Dutra

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...