Novo empreendimento de Passo Fundo, o Central Park, já tem 70% das unidades comercializadas

Pu7tR95g

Foi lançado o plantão de vendas do Central Park, um empreendimento em Passo Fundo, que traz o conceito de bairro-parque: um novo jeito de viver, unindo o conforto e a privacidade de espaços planejados, com a liberdade e sustentabilidade de áreas verdes abertas. “Começamos oficialmente a assinar contratos e consolidar o sucesso comercial do Central Park. Estamos muito felizes e positivamente surpresos com a receptividade do mercado de Passo Fundo e futuros proprietários com nosso projeto. O Central Park é um marco em um novo eixo de crescimento e valorização da cidade”, disse Alessandra Sehn, diretora de desenvolvimento imobiliário da Melnick Even Arcádia. O interesse do mercado pelo empreendimento é comprovado, pois mesmo antes de começar o plantão de vendas, 70% das unidades já estão comercializadas, mostrando o alto interesse da região por uma nova forma de viver e investir no futuro.

Localizado ao lado do Boqueirão, bairro que mais tem se desenvolvido na cidade, o Central Park é inspirado nas mais modernas tendências mundiais de urbanismo. O empreendimento é resultado da união de quatro importantes empresas do Rio Grande do Sul: a incorporadora e construtora Melnick Even, Arcádia Urbanismo, empresa líder em empreendimentos horizontais do Estado, em parceria com as empresas locais Bolsa Construções e Incorporações e a SBC Administrações e Participações.

Estrutura e conceito

Na sua etapa de lançamento o Central Park vai contar com uma área total de 200 mil m², 283 terrenos a partir de 300m², avenidas compartilhadas para pessoas, carros e bicicletas, um Parque Linear de 18 mil m² equipado com 1800 metros lineares de circuitos de passeios, Kids Park, Academia Outdoor, Áreas de Convivência, Espaços Relax, projeto de paisagismo e arborização, mobiliário urbano e iluminação. Os empreendedores destacam ainda que o local escolhido é de grande valorização e expansão natural de Passo Fundo, com atributos naturais de uma região alta, seca e bonita. A expansão do bairro também já está planejada, com mais de um milhão de m² reservados para desenvolvimento futuro.

O Central Park traz o conceito de Parques Lineares, que tem origem na ideia de ampliar o contato das áreas urbanas com a natureza. São intervenções urbanísticas, normalmente maiores em seu comprimento do que na sua largura, capazes de conectar áreas verdes, proteger e recuperar o ecossistema. São exemplos de parques lineares no mundo a High Line e o Parque Domino’s, em Nova York, que servem de inspiração no projeto.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...