Quindim Entrevista exalta o Dia Mundial do Brincar

SemanadobrincarQuindim

Celebrado em 28 de maio, a entidade homenageará a data por meio de lives com especialistas, nacionais e internacionais, da primeira infância. Os bate-papos acontecerão nos dias 27, 29 e 30

 

O Instituto de Leitura Quindim celebrará durante toda esta semana, o Dia Mundial do Brincar, comemorado em 28 de maio. Para isso irá promover uma série de três lives do “Quindim Entrevista”, com a jornalista, documentarista e escritora, Gabriela Romeu; o pedagogo, Paulo Fochi; e o ilustrador e escritor colombiano Dipacho; nos dias 27, 29, e 30, respectivamente.

Nos bate-papos os convidados irão discutir a importância da brincadeira, da leitura e da família no processo de construção do subjetivo para a infância, como estamos enfrentando esse momento de pandemia e os desafios do retorno das crianças para as escolas e creches.

“No Quindim, brincadeira é coisa séria e precisa ser estimulada! Por isso sempre haverá espaço para ela na nossa instituição”, afirma o presidente do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica. O projeto Quindim Entrevista é uma série de lives, no Instagram do Instituto de Leitura Quindim, que acontecem nas quartas e sextas-feiras, às 21h, com convidados nacionais e aos sábados, às 16h, com convidados internacionais. Excepcionalmente nessa sexta, 29/05, o Quindim Entrevista acontecerá às 14h30min.

World Play Day ou Dia Mundial do Brincar é celebrado em mais de 40 países do mundo. Essa data relembra que o brincar é um direito (artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas) e uma alegria essencial para pessoas de todas as idades. O brincar traz vantagens como a diversão, a educação, o aumento da concentração, criatividade, exploração e convivência.

 Confira a programação completa:

– 27/05 Gabriela Romeu: Jornalista, documentarista e escritora, Gabriela Romeu é especializada em produção cultural para a infância, com vinte anos de atuação em projetos que abordam temáticas infantis e desenvolvidos em diferentes plataformas. Desde 1999, escreve sobre e para crianças no jornal Folha de São Paulo, onde editou o caderno Folhinha, produziu reportagens sobre as realidades infantis do Brasil para diversos cadernos e idealizou e coordenou o projeto Mapa do Brincar (Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo; 2010). É organizadora da coleção Fora de Cena (Companhia das Letrinhas), que reúne dramaturgos contemporâneos que escrevem para crianças. Na live do Instituto vai falar sobre o conteúdo para a infância e as brincadeiras. Irá aborda ainda, os diferentes tipos de infância em um país continental, culturalmente constituído por multiplicidades de costumes, histórias e povos.

– 29/05 Paulo Fochi: Pedagogo, especialista em Educação Infantil (Unisinos), mestre em Educação na linha Estudos da Infância (UFRGS), doutor em Educação na linha de Didática e Formação de Professores (USP). Tem publicado especificamente no campo da Pedagogia da Infância, Educação Infantil, Bebês, Documentação Pedagógica e Formação de Professores. Foi um dos quatro consultores convidados pelo Ministério da Educação para a elaboração da Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil.  No bate-papo irá conversar sobre a produção simbólica na Educação Infantil: antes, durante e depois da pandemia. Além de avaliar como as crianças estão sendo preparadas para o retorno às escolas infantis.

– 30/05 Dipacho: Diego Francisco Sánchez Rodríguez, conhecido como Dipacho, nasceu em 1984, em Bogotá, Colômbia. Estudou Design Gráfico na Universidade Nacional da Colômbia. Trabalha como autor e ilustrador de livros infantis, publicados por diversas editoras. Recebeu muitos prêmios internacionais importantes, como a La Orilla del Viento, do Fondo de Cultura Econômica; a menção de honra na Bienal de ilustração da Bratislava; o CJ da Coreia; a lista de honra da International Board on Book for Young People (IBBY), entre outros. Na conversa com o Quindim Dipacho vai falar sobre a produção literária para as crianças, os livros sem palavras e como a imagem ajuda a desenvolver a linguagem para os jovens leitores que ainda não foram alfabetizados pela palavra.

Todxs contra coronavírus

Vale lembra ainda que o Instituto conta com o canal http://bit.ly/TodxsContraCoronavirus, que convoca escritores, ilustradores, contadores de histórias, professores, artistas de diferentes áreas, profissionais de gastronomia, psicologia e saúde, entre outros, que tenham boas ideias de entretenimento com atividades educativas, lúdicas e saudáveis para que crianças e familiares possam aprender e se divertir em casa, no período da quarentena.

 

Sobre o Quindim:

O Instituto de Leitura Quindim foi inaugurado em 2018 a partir de um desejo do idealizador Volnei Canônica, de formatar um espaço democrático onde crianças, jovens e adultos pudessem ter acesso à literatura infantil e juvenil de qualidade, além de conteúdos teóricos sobre esse universo. Empréstimo de livros, contação de histórias, exposições, encontros com autores e lançamento de livros, cursos, seminários, curadorias, assessoria de eventos literários e oficinas, são algumas das atividades gratuitas ou com custo acessível, disponíveis no instituto tanto para agendamento com grupos escolares e universitários, quanto para a comunidade em geral.

Divulgação Instituto de Leitura Quindim

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...