CDL comemora manutenção da bandeira laranja em Caxias do Sul


Decisão foi anunciada nesta segunda-feira (29) pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e permite funcionamento do comércio com metade dos funcionários

Os setores do comércio, serviços e indústrias de Caxias do Sul vibraram na tarde desta segunda-feira (29) com o anúncio do Governo do Estado do Rio Grande do Sul pela manutenção da bandeira laranja na Serra Gaúcha pelos próximos sete dias. A notícia foi recebida com alívio pela CDL do município. A permanência na classificação dará um respiro às empresas em meio ao cenário devastador causado pela recessão econômica, que está provocando queda nas comercializações e, consequentemente, nos postos de trabalho.

A classificação permite o funcionamento do chamado varejo não essencial com 50% dos funcionários, bem como de concessionárias, postos de combustíveis, atacados e shoppings com metade da capacidade. Nestes segmentos, telentrega, take away e drive-thru também estão permitidos. Supermercados e comércio de produtos essenciais mantém os atendimentos com 75% dos colaboradores, assim como a indústria.

Restaurantes à la carte, prato feito, buffê sem autosserviço, padarias e lanchonetes estão autorizados a funcionarem com 50% dos trabalhadores e podem atender, ainda, por meio de telentrega, take away e drive-thru. Os estabelecimentos de serviços também permanecem abertos, com 25% a 50% da operação.

“Ficamos contentes com a decisão do governo, mas ainda precisamos ter cautela. Sabemos que muitas empresas estão enfrentando grandes dificuldades de sobrevivência e milhares de pessoas estão perdendo seus empregos, o que reflete drasticamente na cadeia econômica do município”, analisa o presidente da CDL Caxias, Renato S. Corso.

O dirigente faz um alerta para que a população contribua para o controle da pandemia e para manutenção do funcionamento dos estabelecimentos classificados como não essenciais.

“Este é um esforço conjunto, uma força-tarefa de toda a população. Precisamos manter todos os cuidados para não regredir e acabarmos sendo classificado nas bandeiras vermelha e preta. Faço um apelo para que todos usem máscaras, tenham os devidos cuidados com a higiene e etiqueta respiratória. Precisamos da colaboração da comunidade caxiense”, frisa.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...