Na UCS | Comitê Plural de organização da 24ª Surdolimpíadas de Verão é inaugurado em Caxias do Sul

Reitor da UCS, professor Evaldo Antonio Kuiava

Reitor da UCS, professor Evaldo Antonio Kuiava

Universidade de Caxias do Sul será sede prioritária do evento multiesportivo internacional que ocorre em 2021, pela primeira vez em um país sul-americano

A inauguração do Comitê Plural responsável pela organização da 24ª edição das Surdolimpíadas de Verão ocorreu nesta sexta-feira, 3 de julho, na Universidade de Caxias do Sul, sede prioritária do evento multiesportivo internacional que ocorre de 5 a 21 de dezembro de 2021. A transmissão foi realizada ao vivo, no canal oficial das Deaflympics 2021 no YouTube e nas páginas da UCS no YouTube e no Facebook, com interpretação em libras e em sinais internacionais – Assista ao evento completo.

Presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, José Quadros dos Santos

Presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, José Quadros dos Santos

Será a primeira vez que um país da América Latina sediará a competição, realizada pela última vez na Turquia, em 2017. Além de Caxias do Sul, no RS, as cidades de Flores da Cunha e Farroupilha também receberão os surdoatletas em alguma modalidade esportiva.

Prefeito de Caxias do Sul, Flávio Guido Cassina

Prefeito de Caxias do Sul, Flávio Guido Cassina

Com organização pelo Comitê Internacional de Esportes para Surdos (International Committee of Sports for the Deaf – ICSD), a cada quatro anos, consiste no evento multidesportivo mais antigo depois dos Jogos Olímpicos. Com 21 modalidades esportivas na sua edição de verão, estima-se, para 2021, a participação de 119 países, com 3.500 surdoatletas e 1 mil comissões técnicas. São esperados 10 mil espectadores e haverá uma equipe de 1.500 voluntários para recebê-los.

O prefeito de Caxias do Sul, Flávio Cassina, em nome do Município, convidou todos a participarem. Lembrou que a 24ª Surdolimpíadas será o maior evento esportivo sediado no Estado do Rio Grande do Sul em décadas, uma ótima oportunidade para que o mundo prove da hospitalidade gaúcha.

Vice-presidente do Comitê Internacional de Esportes para Surdos, Gustavo Perazzolo

Vice-presidente do Comitê Internacional de Esportes para Surdos, Gustavo Perazzolo

Para o presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, José Quadros dos Santos, a FUCS recebe com alegria a 24ª edição das Surdolimpíadas, e, dessa maneira, cumpre a missão de seus fundadores de desenvolver essa região, também por meio do incentivo ao esporte. “Identificamos o esporte em suas múltiplas faces como uma atividade de congraçamento, que une saúde e educação, e esperamos que atletas, equipes e espectadores do mundo inteiro sintam-se acolhidos.”

O reitor da UCS, professor Evaldo Antonio Kuiava, lembrou que a Universidade sediou, em 2014, os Jogos Sul-Americanos de Surdos, e em 2018, o Campeonato Mundial de Handebol para Surdos. “Em 2021, receberemos o maior evento esportivo registrado no estado do RS. Queremos acolher a todos de braços abertos. Será uma oportunidade de celebrar a diversidade cultural, integração entre os povos e fraternidade humana.”

6.DSC_3904

O vice-presidente do Comitê Internacional de Esportes para Surdos, Gustavo Perazzolo, destacou o apoio e trabalho de todos parceiros, FUCS, UCS, Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e cidades vizinhas, CBDS e Comitê Plural. “O Brasil é imenso e muito especial, tem sempre contribuído muito com o ICSD, principalmente com as Deaflympics”. “Temos uma equipe unida, um coração unido pelo Brasil na Surdolimpíada. Vai ser um evento maravilhoso, mundial. Os atletas serão modelos identitários para todo o mundo.”

O encontro também relembrou as edições anteriores e teve a manifestação, em vídeo, do secretário estadual do Esporte do Rio Grande do Sul, Francisco Xavier de Vargas Neto; da madrinha do evento deste ano, a primeira-dama do país, Michelle Bolsonaro; do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni; da presidente da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos, Diana Sazano de Souza Kyosen; e uma representação do mote da edição, ‘O Esporte vem do Coração’, em esquete teatral com os artistas Arthur Azevedo e Douglas Faggion.

Marca

Uma das etapas das Surdolimpíadas é o desenvolvimento da marca. Criada pela UCS, a desta edição traz cinco elementos: o surdoatleta, com sua energia, coragem e determinação; o chimarrão, bebida característica da cultura do sul da América do Sul; a mão, que simboliza a comunidade surda; a uva, que remete à festividade e alegria de Caxias do Sul, cidade que integra a região da Uva e do Vinho; e o ICDS, Comitê Internacional de Esportes para Surdos, maior autoridade mundial em esportes de surdos.

Saiba mais no site das Surdolimpíadas.

Comitê Plural:

Associados
– Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), representada por José Quadros Dos Santos
– Federação Desportiva de Surdos do RS, representada por Gustavo Lemos
– Sociedade dos Surdos do Rio Grande do Sul, representada por Ricardo Morand Goes
– Sociedade dos Surdos de Caxias do Sul, representada por Francine Pedrotti
– Conselho Municipal do Desporto, representado por Carla Pretto

Conselho Executivo
– Vice-Presidente do ICSD, Gustavo Perazzolo
– Representante do Ministério da Cidadania
– Secretário Estadual do Esporte do Rio Grande do Sul, Francisco Xavier Vargas Neto
– Secretário Municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul, Gabriel Citton
– Reitor da Universidade de Caxias do Sul, Evaldo Kuiava
– Representante da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, Felipe Gremelmaier

Conselho de Honra
– Representante da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS), Diana Kyosen
– Representante do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH), Márcia Ferronato
– Representante do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado

Executivos
Carlos Gabriel Gallina Bonone e Jaqueline de Vargas dos Reis Mognaga

Foto Claudia Velho

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...