Campanha Máscaras Solidárias Caxias do Sul finaliza ação com pit stop no Prataviera no dia 11 de julho

Campanha Máscaras Solidárias

Campanha Máscaras Solidárias

 

Iniciativa, que confeccionou de fevereiro a julho 32 mil máscaras, doará uma peça para quem participar da Campanha do Agasalho do shopping, das 10h às 14h, e também para aqueles que receberem as doações. Em caso de bandeira vermelha, o evento será transferido para o dia 25/07

Campanha Máscaras Solidárias 4

A enfermeira Rosalina Cappellaro Andreazza e sua irmã Zélia Cappellaro não tinham noção, em fevereiro, de quanto a iniciativa de produzir algumas máscaras tomaria proporções muito maiores com o envolvimento de centenas de pessoas e 32 mil peças confeccionadas.

Tudo começou com a ideia de produzir 100 máscaras para o projeto Mão Amiga, coordenado pelo frei Jaime Bettega. Foi então que o movimento ganhou amplitude com o envolvimento do grupo Jackie´s Fraternitè & suas Batizadas e o objetivo passou a ser a confecção de 500 peças. Mas todos sentiam que podiam mais e foi quando a AdriSilva Agência de Conteúdo também abraçou a causa e criou a campanha publicitária da Campanha Máscaras Solidárias Caxias do Sul e então o objetivo passou a ser a confecção de mais 1000 máscaras.

Campanha Máscaras Solidárias 3

Desde então, o projeto ganhou uma dimensão inimaginável, com a participação de centenas de voluntários, que trabalharam gratuitamente, e se envolveram no projeto Máscaras Solidárias: 32 costureiras, 24 pessoas que lavaram, passaram e embalaram as máscaras, 5 enfermeiras, 6 lojas de tecidos e aviamentos, 1 gráfica, 3 confecções, 1 empresa de segurança que auxiliou com a logística e 16 pessoas na coordenação, comunicação e logística da campanha.

Campanha Máscaras Solidárias

Para Rosalina Cappellaro Andreazza, ter tido a possibilidade de tanta ajuda, de empresários, de pessoas anônimas, que contribuíram com meio metro ou 10 metros de tecido, que doaram R$ 30 ou valores mais significativos para a produção artesanal de quase 32 mil máscaras reutilizáveis é imensamente gratificante. “O que posso desejar é gratidão a cada um que despertou o senso de cuidar do outro. Talvez nunca tivéssemos imaginado que as máscaras chegariam a tantos lugares, a todos hospitais de Caxias do Sul, à UPA Zona Nortes, ao lar de idosos, exército, sistema prisional, ultrapassando até mesmo as fronteiras da cidade. Não podemos esquecer que em uma pandemia somos todos iguais e não tem como não se emocionar pelo resultado que obtivemos e pelo número de profissionais e pessoas da comunidade que puderam ser ajudados”, relata emocionada.

Último ação do projeto

Para fechar com chave de ouro os cinco meses de intenso trabalho, o projeto Máscaras Solidárias fará uma ação, no dia 11 de julho, em parceria com o Prataviera Shopping para a tradicional Campanha do Agasalho. A intenção é a distribuição de 600 máscaras com todos os cuidados que o momento exige. Em caso de bandeira vermelha, o evento será transferido para o dia 25 de julho.

Das 10h às 14h, um pit stop no estacionamento do shopping permitirá que a comunidade faça doações de roupas, calçados e até mesmo alimentos. Cada doação receberá uma máscara do projeto Máscaras Solidárias. Para participar, basta entrar no estacionamento pela Sinimbu, administrado pela RG Park.

As roupas e calçados arrecadados com a campanha serão destinados à ONG Ação da Cidadania, que atende centenas de famílias em bairros carentes de Caxias do Sul. Cada pessoa que receber a doação de agasalhos também será contemplada com uma máscara.

Rosalina ressalta que a ação em parceria com o Prataviera coroará todo o trabalho que foi realizado nos últimos meses. “Sem dúvida, será mais um trabalho lindo de ajudar àqueles que mais precisam”.

Conheça quem foi beneficiado com o projeto

Inúmeras entidades, de diferentes segmentos da sociedade, receberam as doações de máscaras: Mão Amiga – Lar São Francisco de Assis, Hemodiálise do Hospital Saúde, Associação Criança Feliz, Hospitais: Cículo Operário, Unimed, Geral, Pompéia, Saúde e Fátima, FAS, Portal da Luz, Rim Viver, ENCA – Entidade de Assistência às Crianças com Câncer, Casa Brasil, Fátima Saúde Oncologia, IPCArdio, Murialdo, CODECA, Comunidade Terapêutica de Galópolis, CAPC – Centro de Apoio ás Crianças com Câncer, SCAN – Associação Caxiense de Atenção ao Idoso, Liga Feminina do Combate ao Câncer, Presídio de Caxias do Sul, TOPOS, Brigada Militar, PATNA, Polícia Civil, 3º GAAAé, Bazar do Bem, Recanto da Compaixão Frei Salvador, Madre Tereza e as comunidades do Santa Fé, Reolon, Nossa Senhora Aparecida, São Pio X, São Caetano, Igreja São Francisco Kaiser, Bairro Reolon, Araruama Rio de Janeiro.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...