UCS seleciona novos candidatos para atuar em estudo sobre evolução da Covid-19 no RS

Pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em sua sexta etapa de atividades no Estado, investiga a disseminação do novo coronavírus na população gaúcha. Inscrições de acadêmicos e profissionais da área da Saúde são recebidas até 15 de julho, para trabalharem na aplicação de testes e entrevistas

Edital lançado pela Universidade de Caxias do Sul nesta sexta-feira, 10 de julho, abre inscrições para participação de estudantes e profissionais na pesquisa Evolução da Prevalência de Infecção por COVID-19 no Rio Grande do Sul: Estudo de Base Populacional – EPICOVID-19, em etapa que ocorre de 24 a 27 de julho, em Caxias do Sul. É possível se inscrever até 15 de julho, de acordo com as informações do edital que rege o processo, disponível no site ucs.br, neste link: https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/edital-pesquisa-covid.pdf.

Podem participar alunos de instituições superiores reconhecidas pelo MEC, matriculados em curso da área da Saúde a partir do quarto semestre, e profissionais da área da Saúde (Enfermagem, Medicina, Fisioterapia, Nutrição, Farmácia, Biomedicina, Odontologia, Ciências Biológicas e Educação Física). São ofertadas 15 vagas para atuação na aplicação de questionário e na realização de teste rápido de detecção de infecção em habitantes do município caxiense. A lista de selecionados será divulgada no dia 17 de julho, no site da UCS.

Coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e executado regionalmente pelo Instituto Pesquisas de Opinião (IPO), o estudo investiga a disseminação do novo coronavírus na população do Estado. A intenção é avaliar a prevalência de pessoas infectadas, medir a velocidade de expansão do contágio na população e determinar o percentual de infectados sem sintomas no RS. Caxias do Sul é uma das cidades selecionadas para o inquérito populacional, trabalho realizado com o apoio da UCS em questões logísticas e de seleção de candidatos.

Participação
A professora Patricia De Gasperi, doutora em Enfermagem e coordenadora institucional das atividades locais, explica que os selecionados são treinados e orientados pela UCS e pelo IPO. “Ter alunos e profissionais da Saúde realizando as coletas de dados garante à comunidade os procedimentos de biossegurança, além de oportunizar sua atuação em uma iniciativa inédita e extremamente importante para o momento que vivemos”, descreve, destacando a relevância da ação em benefício social.

“Além da oportunidade de outras instituições participarem, integrar profissionais e acadêmicos de diversas áreas da Saúde proporciona a educação interprofissional, estratégia importante para uma atenção à saúde segura e eficaz, contribuindo ao desenvolvimento das habilidades para trabalharem efetivamente juntos”, acrescenta a professora Daiane Vergani, doutoranda em Ciências da Saúde, que também atua no projeto.

A participação da UCS tem o apoio da Área do Conhecimento de Ciências da Vida e da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Andamento
A sexta rodada de testes e entrevistas da EPICOVID19-RS está programada para ocorrer de 27 a 29 de julho, em Caxias do Sul e em mais oito municípios. Considerando seus dados mais recentes, das coletas de junho, a professora Patricia alerta para um aumento na propagação do vírus no Estado. “Estima-se que mais de 53 mil pessoas no RS têm ou tiveram o vírus, e o número de pessoas infectadas hoje é cerca de dez vezes maior em comparação ao encontrado na primeira etapa da pesquisa, em abril”. A docente relata, ainda, o aumento significativo nas notificações dos casos, que permite traçar estratégias para cada realidade, e reforça a necessidade de manutenção do isolamento social.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...