T-Shaped | Ambientes complexos exige profissionais multidisciplinares

Divulgação Senac/RS

Divulgação Senac/RS

Estamos vivenciando mudanças no ambiente corporativo cada vez mais velozes, complexas e incertas. Este movimento reflete na exigência do profissional desenvolver  novas habilidades e competências, mesmo que daqui dois anos não tenha relevância. Por muito tempo, o mercado de trabalho valorizou o profissional especialista. Era importante ter conhecimento específico numa determinada área. Agora é mais necessário mais do que isso para ser bem visto por grandes empresas e manter a empregabilidade.

Pela necessidade de desenvolver novas competências, concorrência de cargos, surgimentos de empresas tecnológicas e novas profissões, surge a necessidade de ser um profissional T-Shaped. Mas que tipo de profissional é esse? O conceito do profissional T-Shaped quer dizer moldado na letra T, uma metáfora: O eixo vertical representa o conhecimento específico que o profissional possui e o eixo horizontal representa o conhecimento genérico. Vamos a um exemplo: a base vertical pode ser em finanças, possui muito conhecimento nesta área. A base horizontal são os conhecimentos em gestão de pessoas, empreendedorismo, criatividade e tecnologia. Esse conjunto de conhecimentos em forma de T representa o profissional multidisciplinar tão requisitado pelas empresas.

Ser um profissional T-Shaped é dominar uma área específica, mas também ter conhecimentos genéricos que ajude com o todo da organização. As soft skills também devem fazer parte desses conhecimentos. Quem foca apenas no perfil técnico pode se tornar um especialista, mas deixa de desenvolver a análise crítica e sente dificuldades nas decisões estratégicas realizando apenas tarefas operacionais. Ter pouco conhecimento em diversas áreas e não dominar nenhuma não leva a ações que gerem resultados. Ideias devem acompanhar ações. O T-Shaped traz este equilíbrio para a organização. É operacional, mas também contribui na linha estratégica e acaba se diferenciando dos demais.

A importância desse profissional na relação com a empresa tem relação com a capacidade de resolver problemas complexos, acessando o conjunto de conhecimentos e usando a criatividade. Assim como outras habilidades:

– Facilidade de compor times multidisciplinares, entendendo o todo do projeto.

– Entendimento claro dos níveis operacional, tático e estratégico.

– E, por último, conhecimentos em outras áreas que servem como pontes em eventos de networking.

Para dar o start, analise suas competências e entenda o que seria importante desenvolver para ser um profissional T-Shaped e então ser requisitado pelas empresas do seu interesse. Faça um plano de ação e comece hoje.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...