Malharia da Serra relança peça mais vendida de 1979 em homenagem ao Dia das Mães

Matriarca e fundadora da Ballardin Malhas, Edith Zanetti Ballardin, confeccionou casaquinho que fez sucesso em 1979 e está sendo relançado em homenagem a ela e ao Dia das Mães. Créditos: Sara Sgarabotto Chinelato

Matriarca e fundadora da Ballardin Malhas, Edith Zanetti Ballardin, confeccionou casaquinho que fez sucesso em 1979 e está sendo relançado em homenagem a ela e ao Dia das Mães.
Créditos: Sara Sgarabotto Chinelato

 

Casaquinho criado e confeccionado pela fundadora da Ballardin Malhas, Edith Zanetti Ballardin, foi novamente fabricado e lançado para celebrar a data. Edição limitada está à venda no e-commerce da marca até o dia 9 de maio

“Filho, leva um casaquinho”. Provavelmente, em algum momento da sua vida, você já deve ter escutado essa frase icônica da sua mãe. Na Ballardin Malhas, a mensagem virou, literalmente, peça em homenagem ao Dia das Mães. Em alusão à data, a empresa familiar relançou o casaquinho de tricô mais vendido pela marca em 1979. Confeccionado pela primeira vez há mais de quatro décadas pela matriarca e fundadora da malharia, Edith Zanetti Ballardin, a peça em fios mesclados nas cores marrom, branco e preto foi fabricada para uso próprio e acabou sendo produzida naquele ano em maior escala devido à demanda das clientes.

Neste ano, a Ballardin Malhas teceu novamente o item para homenagear todas as mães, em especial a fundadora Edith, que há 52 anos – dos 75 anos de idade – se dedica à empresa. A edição limitada foi fabricada em tamanho único, exatamente nos processos antigos, com tecido em pano, cortado, costurado e com aplicações manuais – hoje substituídos por máquinas de peças prontas, sem corte e nem costura. O casaco pode ser adquirido até o dia 9 de maio, exclusivamente no e-commerce da marca. O valor da peça é de R$ 129,90.

Edith Zanetti Ballardin - Fundadora Ballardin Malhas - Crédito Sara Sgarabotto Chinelato (1)

“O modelo fez muito sucesso no final dos anos 1970 por ser atemporal. Minha avó Edith confeccionou o casaquinho para ela, mas as clientes queriam muito, por isso foram produzidas mais unidades. A peça tem memória afetiva para a nossa família, minha avó ainda tem o casaquinho e isso nos motivou para este relançamento. Além disso, todo mundo já ouviu da sua mãe para levar um agasalho, algo que simboliza muito o cuidado e o amor que elas têm pelos filhos”, conta a Adriele Daniel, diretora de Marketing da Ballardin Malhas, que, ao o lado dos pais, Iraci Ballardin Daniel e Valcir Daniel, e das irmãs, Michele e Franciele Daniel, está na 3ª geração da família à frente da marca.

SOBRE A BALLARDIN MALHAS
Conhecida na categoria têxtil, a Ballardin Malhas completará 52 anos no mês de junho. A marca conta com fábrica e loja em Caxias do Sul, filial em Farroupilha voltada exclusivamente para revenda e mais de 12 mil vendedores parceiros em 600 cidades brasileiras. Os seus principais mercados são cidades de clima predominante frio, como Caxias do Sul, Gramado e Canela (RS), São Joaquim e Lages (SC) e Campos do Jordão (SP). A empresa é a única do setor na região da Serra Gaúcha que vende de forma consignada para pessoas físicas, sem necessidade de qualquer adiantamento das compras, apostando na relação de confiança com revendedores parceiros e com a própria clientela.

FOTOS
Legenda: 
Matriarca e fundadora da Ballardin Malhas, Edith Zanetti Ballardin, confeccionou casaquinho que fez sucesso em 1979 e está sendo relançado em homenagem a ela e ao Dia das Mães.
Créditos: 
Sara Sgarabotto Chinelato

 

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...