Novo sistema de energia solar tem eficiência 15% maior em relação aos modelos tradicionais

Empresa Dante Andreazza Comércio de Frutas projeta economia que deve chegar a R$ 12 mil mensais com instalação de 256 placas do novo sistema Solar Edge - Crédito Divulgação/Voltatec Energia

Empresa Dante Andreazza Comércio de Frutas projeta economia que deve chegar a R$ 12 mil mensais com instalação de 256 placas do novo sistema Solar Edge – Crédito Divulgação/Voltatec Energia

Solaredge, instalado pela Voltatec, possui garantia de 25 anos, é mais seguro e também pode ser usado como estação para carregamento de veículos elétricos

Na linha de busca cada vez mais acentuada por proporcionar economia e segurança aos investimentos em energia fotovoltaica, a Voltatec Energia, empresa de Caxias do Sul, tem levado ao mercado o Solaredge. Trata-se de um sistema de geração de energia solar que otimiza o aproveitamento, com o uso de inversores, com garantia de 25 anos e uma eficiência que pode chegar a 15% a mais em relação aos modelos tradicionais. Outra vantagem é que a nova tecnologia pode ser utilizada como estação de carregamento para veículos elétricos.

O engenheiro eletricista e sócio da Voltatec Energia, Guilherme Saraiva, explica que apesar do investimento na tecnologia ser superior, de cerca de 12% para empresas e de 30% para residências, vale a pena optar por esse novo modelo em função da eficiência e segurança que ele gera.

“A tecnologia de energia solar evolui muito rapidamente e, por isso, é importante pesquisar e estudar as tendências deste mercado, para projetar o que virá nos próximos anos. Eu acredito fortemente que assim como houve avanço nas placas, o uso destes novos sistemas inversores será um movimento natural e quem está fazendo essa opção acaba se antecipando a esta tendência. O que temos observado é um aumento tão grande nesta nova tecnologia que estamos realizando capacitações e treinamentos, tanto para venda como para instalação desta nova tecnologia”, informa Saraiva.

O engenheiro explica que, ao contrário do sistema tradicional, com o Solaredge cada placa é conectada diretamente ao otimizador de potência, o que garante o desempenho máximo de cada uma delas e, consequentemente, maior geração de energia.

“Uma placa não interfere na outra, o que possibilita diminuir o número delas com um resultado muito melhor em termos de economia na conta de luz. Outro ponto muito importante é a redução de problemas elétricos em 99% em relação aos sistemas tradicionais”, garante o especialista.

Atualmente, cerca de 30% dos sistemas instalados pela Voltatec são Solaredge.

Economia pode chegar a R$ 12 mil por mês
Uma economia que pode chegar a R$ 12 mil por mês em custo com energia. Foi com essa expectativa que os sócios da Dante Andreazza Comércio de Frutas procuraram a Voltatec Energia, que instalou 256 placas e 128 otimizadores de potência com a nova tecnologia Solaredge, em março deste ano.

O sócio-diretor César Andreazza conta que no primeiro mês já observa uma produção de 500 kWh por dia, o que deverá resultar na economia procurada pela empresa localizada na Estrada da Tabela, entre Vila Oliva e Santa Lúcia do Piai, em Caxias do Sul. “Projetamos que em um ano já teremos retorno do investimento que fizemos”, acredita Andreazza.

Ele acrescenta que os técnicos ainda estão fazendo ajustes para otimizar ainda mais a produção de energia fotovoltaica que é utilizada tanto nas estufas na produção de morango, como no armazenamento das frutas em câmaras frias.

“Em todo investimento sempre buscamos o que existe de mais avançado em tecnologia e, para nós, atualmente o sistema Solaredge é o que mais entrega neste quesito”, aponta.

A instalação na empresa de Andreazza está entre os mais de 30,5 mil sistemas em empreendimentos rurais brasileiros, que corresponde a 7% do total de unidades no país, segundo dados Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). Já em número de potência instalada, o meio rural responde por mais de 13% do total brasileiro, com 678 MW.

Nova tecnologia também gera economia em residências      
Mas não é apenas em empresas que o sistema mais tecnológico de energia fotovoltaica pode ser utilizado. O administrador aposentado Jose Valdeci Tegner de Aguiar instalou seis placas do sistema Solaredge em fevereiro, em sua própria residência no bairro Esplanada, em Caxias do Sul, e no primeiro mês já observou uma economia de R$ 100 na conta de luz. Ele diz que optou pelo sistema após pesquisar sobre a eficiência do equipamento e que espera, nos próximos meses, reduzir ainda mais o custo com energia.

“A meta é chegar num gasto de aproximadamente R$ 80 com energia, e pelo que vi no primeiro mês isso é possível. Mesmo que no manual do equipamento diz que as placas geram 2,76 kWh de energia, pelo que acompanho no aplicativo elas têm gerado, em média, 2,86 kWh, ou seja, em breve possibilitarão uma economia ainda maior”, projeta. 

Quem atua no front das vendas de sistemas fotovoltaicos, como é caso do representante comercial Guilherme Dal’Agnol, também enfatiza que o custo superior em relação aos sistemas tradicionais acaba se tornando um investimento em pouco tempo.

“Este sistema já é utilizado em mais de 100 países e é líder mundial na fabricação de inversores. Atende 60% do mercado norte-americano e grande parte da Europa, entre outros. Entre as principais vantagens, além da maior eficiência na geração de energia, está o rastreamento individual, desde a geração até o monitoramento de cada placa. Esse sistema reduz perdas de geração sobre sombreamento parcial dos painéis e envelhecimento do módulo. Outro benefício é o sistema de segurança para desligamento automático”, enumera Dal’Agnol.


SOBRE A VOLTATEC

A Voltatec foi criada em 2016 pelo engenheiro eletricista Guilherme Saraiva e pela designer Carolina Marchi. Em quatro anos, o empreendimento já instalou mais de 350 sistemas fotovoltaicos, que estão em funcionamento no Sul e Nordeste brasileiro e também na Argentina. A empresa oferece soluções completas para pessoas físicas e jurídicas, que vão desde o material, ao projeto até a execução do sistema.

Em 2019, os sócios criaram o Aprendiz Solar, que oferece treinamentos com metodologia própria e mentoria, unindo conhecimento e prática reais dos proprietários. A cada três meses, são lançadas novas turmas. O curso “O Caminho Solar – Do Zero a Ação” já auxiliou mais de 30 alunos dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Piauí, além de outros estados do Nordeste.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...