Primeiro dose da vacina contra o coronavírus segue na próxima semana

 

Foto Cristiane Barcellos

Foto Cristiane Barcelos

No total, 47 Unidades Básicas de Saúde fazem a aplicação

 

 

A vacinação contra covid-19 continua na segunda-feira (10/05) para o mesmo público-alvo vacinado no sábado: pessoas com doenças crônicas e comorbidades de 40 anos ou mais; pessoas de 40 anos ou mais com deficiência permanente cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC); pessoas de 18 anos ou mais com síndrome de down; e gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto) de 18 anos ou mais (gestantes e puérperas já podem fazer a vacina sem a comprovação de comorbidades). Será aplicada a primeira dose.

 

A imunização ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), apenas com exceção da São Vicente. Nas UBSs Cruzeiro, Esplanada, Vila Ipê, Reolon, Desvio Rizzo, Eldorado e Cinquentenário, será das 8h às 20h. Nas demais, o horário é das 8h às 16h. No total, 47 Unidades aplicam a primeira dose.

 

Para fazer a vacina é obrigatório apresentar: atestado médico que confirme a comorbidade OU receita médica que comprove a doença e que tenha sido emitida há menos de um ano. Em alguns casos (ver na lista de comorbidades abaixo), também será necessário apresentar autorização médica para fazer a vacina. A listagem foi elaborada conforme Notas Técnicas 155/2021 e 467/2021, do Ministério da Saúde e Resolução Nº 089/21 – CIB/RS.

 

O município tem recebido vacinas de laboratórios diferentes e são ofertadas as disponíveis no momento, devendo a segunda dose ser do mesmo imunizante. Por esse motivo, não será aceita a indicação de uma ou outra vacina. A listagem de doenças e a ordenação por idade poderão sofrer alterações conforme orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde.

 

Pessoas que não tiverem a documentação na data indicada para sua idade poderão se vacinar em oportunidade posterior, em qualquer ponto que esteja aplicando a primeira dose. A SMS também informa que idosos de 60 anos completos ou mais que ainda não fizeram a primeira dose também devem fazer a vacina nesses locais, sem a necessidade de comprovação de comorbidade.

COMORBIDADES

  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas
    • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: enfisema e bronquite
    • Fibrose cística
    • Pneumoconioses
    • Displasia broncopulmonar
    • Asma grave (uso frequente de corticoide não inalatório)
  • Hipertensão arterial
  • Doenças cardiovasculares
    • Insuficiência cardíaca
    • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
    • Cardiopatia hipertensiva
    • Síndromes coronarianas: angina pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós infarto agudo do miocárdio.
    • Valvopatias – Lesões de válvulas cardíacas: estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide).
    • Miocardiopatias e pericardiopatias: miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática.
    • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e fístulas arteriovenosas, aneurismas, dissecções da Aorta.
    • Arritmias cardíacas: fibrilação e Flutter Atriais.
    • Cardiopatia congênita no adulto.
    • Pessoas com próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardiodesfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência).
  • Doença Cerebrovascular
    • Acidente Vascular Cerebral Isquêmico ou Hemorrágico.
  • Doença Renal Crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração<60ml/min/1,73m2) e/ ou Síndrome Nefrótica
  • Imunossuprimidos/ Imunodeficiências Primárias/ Portadores de Doenças Reumáticas Imunomediadas – DRIM. Exemplos: artrite reumatóide, espondiloartrites, artrite psoriásica, lúpus sistêmico, síndrome de Sjogren primária, miopatias inflamatórias e vasculites)Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
  • Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea (não inclui transplante de córnea): aqueles pacientes em uso de prednisona (ou equivalente) acima de 10mg/dia, pulsoterapia e/ ou ciclofosfamida. Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
  • Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses; neoplasias hematológicas.Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
  • Anemia falciforme. Para anemia falciforme é necessário apresentar atestado médico, não será aceita receita. Não inclui casos de portadores de traço falciforme.
  • Obesidade mórbida: pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40.
  • Cirrose hepática
  • Pessoas com HIV (idade entre 18 e 59 anos).
  • Pessoas com síndrome de down (idade acima de 18 anos).
  • Gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto) com 18 anos ou mais (sem necessidade de comprovar comorbidades).
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC): idade acima de 18 anos (vacinação conforme cada faixa etária divulgada, iniciando pelas pessoas de 59 anos e diminuindo gradativamente).

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...