Projeto incentiva empreendedorismo feminino na Cooperativa Vinícola Aurora

Loja Artesãos - Foto Daniela De Lucas

Loja Artesãos – Foto Daniela De Lucas

Recém lançado, Mulheres Aurora Empreendedoras (MAE) tem como foco estimular cooperadas, esposas e filhas de viticultores para que sejam qualificadas para ampliar a renda familiar, os canais de venda e aumentar a participação feminina na empresa

Muito mais do que uma renda extra para as mulheres cooperadas. É com esse norte que a Vinícola Aurora lançou o projeto Mulheres Aurora Empreendedoras (MAE), com o objetivo de reunir associadas, esposas e filhas de viticultores associados para encontros sobre empreendedorismo feminino e cooperativismo. O primeiro grupo é formado por 25 mulheres, e inclui tanto empreendedoras que já comercializavam seus produtos e que desejam ampliar os canais de vendas, como jovens que querem começar a empreender.

Todos os encontros do MAE serão realizados de forma virtual            Crédito1: Divulgação

Todos os encontros do MAE serão realizados de forma virtual
Crédito: Divulgação

A assessora de Programas Sociais da cooperativa, Jacqueline Aubel, explica que o MAE foi apresentado justamente em maio, o mês das mães, para ajudar as mulheres a se inserirem ainda mais no universo da Aurora. Ela conta que a ideia surgiu a partir da necessidade de aumentar a venda online dos produtos que já são comercializados no espaço da Associação dos Artesãos da Aurora, junto à unidade Matriz, em Bento Gonçalves (RS).

Produtos (1)

“Percebemos que essa iniciativa deveria ir além do treinamento sobre o uso de ferramentas de vendas pela internet e, com o suporte da direção e do próprio Conselho de Administração, resolvemos aprofundar o programa. O foco principal é fomentar os princípios do cooperativismo, que são educação, formação, informação e o interesse pela comunidade”, diz.

Esse respaldo da direção da empresa é reforçado pelo presidente do Conselho de Administração, Renê Tonello. O dirigente afirma que o MAE deverá fortalecer ainda mais a participação das mulheres na cooperativa, ampliando a renda das famílias, melhorando a qualidade de vida e estimulando a continuidade do trabalho no meio rural. Tonello acrescenta que o MAE também atende ao preceito de aproximar ainda mais a cooperativa ao quadro social

“As mulheres têm um papel fundamental que vai além da produção da matéria-prima da nossa cooperativa. O cooperativismo tem justamente esse caráter de estímulo à diversificação da produção, de um retorno justo para as famílias de cooperados. A nossa história de 90 anos sempre foi calcada nesses princípios e isso só reforça o nosso DNA cooperativista”, destaca Tonello, que assim como todos os integrantes do Conselho, também é viticultor e cooperado desde a década de 1970.

Encontros virtuais          

Jacqueline Aubel informa que todos os encontros do MAE serão realizados de forma virtual devido às restrições da pandemia do coronavírus. Ela antecipa que o programa gratuito abrange três encontros sobre vendas e estratégias de comercialização online, e que devem ocorrer, ao todo, seis encontros, nos meses de junho e julho.

A assessora de Programas Sociais conta ainda que a primeira turma comprova a diversidade mencionado pelo presidente Renê Tonello. O grupo será composto por empreendedoras que trabalham desde a confecção de máscaras, toalhas com pinturas de elementos da fruticultura, restauração de imagens católicas, arranjos de flores, sabonete de vinho, joias, até a produção de geleias, massas, capeletti, pães, entre outros produtos.

“A pandemia nos trouxe de uma forma muito latente a necessidade de estímulo aos produtos locais, de fortalecimento dos empreendimentos da nossa cidade, das comunidades em que a cooperativa está inserida. O que fizemos foi associar essa tendência ao estímulo ao empreendedorismo feminino e ao cooperativismo”, resume.

O gerente de Atendimento ao Cooperado da Vinícola Aurora, Gaspar Rotava, acrescenta que o MAE é uma forma de aumentar a divulgação do trabalho das integrantes da Associação dos Artesãos da Aurora.

“São mais de 60 associadas que vendem seus produtos na loja e queremos que mais pessoas conheçam o trabalho destas cooperadas. Esse fomento à economia local, de fazer com o dinheiro circule na nossa cidade e na nossa região também são fatores importantes deste projeto”, resume.

No lançamento, que ocorreu no dia 19 de maio, além de profissionais da cooperativa, a atividade teve como convidada a assessora de Formação Cooperativista do Sescoop/RS Ubiracy Avila. Ela abordou os diferentes papéis das mulheres associadas, mães e empreendedoras. Ubiracy é criadora do movimento “Mulheres que cooperam”.

FOTOS
Legenda1
: Todos os encontros do MAE serão realizados de forma virtual
Crédito1: Divulgação

Legenda2: Parte dos produtos das empreendedoras podem ser comprados na Associação dos Artesãos da Aurora, junto à unidade Matriz, em Bento Gonçalves (RS)
Crédito2: Divulgação

Legenda3: Produtos vão de máscaras, toalhas com pinturas de elementos da fruticultura, restauração de imagens católicas, arranjos de flores, entre outros
Crédito3: Daniela De Lucas

Legendas4 e 5: Cooperadas também confeccionam chapéus e produtos agroindustriais para ampliação da renda
Crédito: Divulgação  

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...