Planta artificial | Como é feita, benefícios e dicas de decoração

f22bd5c4a3b7662b291145e48438097c

 

Está pensando em utilizar planta artificial, mas não conhece as suas características, assim como os benefícios de ter uma planta desse tipo, seja em casa ou no trabalho? Fique tranquilo porque vamos explicar tudo isso nesse artigo. 

Embora elas não exijam o mesmo cuidado necessários para cultivar, de forma eficiente, uma planta natural, como a utilização de um vaso autoirrigável, há benefícios de tê-las em casa. Isso porque elas proporcionam um ambiente mais vivo e com harmonia. 

E se engana quem pensa que uma planta permanente está longe de ser semelhante à natural. Como você verá, a tecnologia conseguiu aprimorar as suas características, sendo possível até mesmo confundi-las. 

Por isso, continue a leitura e veja como é feita uma planta artificial e como utilizá-las nos diversos ambientes. Acompanhe!

O que é planta artificial?

Planta artificial, como o próprio nome sugere, é feita de material artificial. Também conhecida como permanente, elas não precisam de cuidados especiais como as plantas naturais, que exigem de rega adequada e muita ou pouca exposição ao sol.

Nesse sentido, esse tipo de planta é uma excelente alternativa para decorar a casa ou o ambiente de trabalho. Isso porque, apesar de não serem de verdade, quando bem escolhida, elas podem ser realistas e consegue adicionar mais verde para o espaço.

Por isso, se o desejo é de deixar o ambiente interno mais vivo e com personalidade, vale a pena investir em uma planta artificial. Inclusive, é comum achar que elas não são tão bonitas quanto as naturais. Acontece que elas evoluíram, como vamos mostrar a seguir!

Como é feita uma planta artificial?

Hoje em dia, uma planta artificial tem a aparência bastante natural, que chega até a confundir com uma planta de verdade. Isso porque elas são produzidas com elementos que a deixam com uma aparência mais viçosa.

Para se ter uma ideia, tecidos, resina, silicone, cera, assim como borrachas e plásticos que apresentam uma textura mais aprimorada, são os tipos de materiais usados para que elas fiquem, além de bonitas, ainda mais realistas.

Você alguma vez já chegou em algum lugar e precisou tocar uma folha da planta com mais atenção, para saber se ela era artificial, apesar de afirmarem a sua característica? Pois é, muitas delas são, de fato, perfeitas, e a tecnologia contribui para isso.

Um arranjo artificial, por exemplo, pode contar com raízes rústicas, folhas que imitam o aspecto seco, e até mesmo galhos com a presença de espinhos. Nesse sentido, elas aparentam as mesmas características das plantas naturais, e vem sendo cada vez mais cobiçadas por decoradores e designers de interiores. 

Planta artificial: benefícios de ter uma em casa

Para paisagistas, arquitetos e decoradores, deixar um ambiente mais vivo com cada vez mais pessoas morando em centros urbanos é um desafio. Nesse sentido, um dos benefícios de usar a planta artificial está relacionado ao impacto positivo de criar elementos naturais.

Isso se deve ao fato de que, mesmo em espaços fechados, é possível deixar o ser humano mais perto da natureza, promovendo ainda mais bem-estar. Sendo assim, essa é uma solução para melhorar a qualidade de vida, e deixar o local mais bonito, harmônio

Para isso, é preciso criar elementos relacionados à ligação do homem com a natureza, com a presença de verde, da água e, é claro, da planta artificial. Isso em razão de que, um ambiente assim traz uma sensação de paz e felicidade.

Além disso, por contarem com materiais artificiais, elas exigem pouca manutenção, sendo necessário somente fazer a limpeza das folhas e flores. E vale lembrar que, como ressaltamos acima, atualmente elas possuem uma excelente qualidade. 

De toda forma, há uma grande variedade delas no mercado, com cerca de 30 tipos diferentes. Contudo, as heras, as samambaias e as tradescantias, são as mais comuns, principalmente quando o assunto é decoração.

Planta artificial: dicas de decoração

Uma planta artificial é recomendada para espaços onde não há a incidência de luz natural necessária, assim como não é possível fazer a rega de forma eficiente ou quando não há tempo para dedicar aos seus cuidados.

Nesse sentido, elas são muito utilizadas na decoração de qualquer tipo de ambiente interno, seja no trabalho ou em casa. Contudo, vale a pena considerar alguns fatores para que harmonizem bem com o ambiente.

Por isso, daremos algumas dicas de como utilizar planta artificial em cada tipo de espaço. Confira!

Sala

A sala é um ambiente com diversas possibilidades para uma planta artificial. Nesse sentido, caso elas sejam grandes, o ideal é deixá-las perto de sofás ou na ponta do cômodo. Para isso, você pode escolher entre vasos trapézios, ovais ou quadrados.

Já uma planta permanente pequena, pode ficar situada em cima de uma mesa de centro, em um suporte de chão, ou mesmo em prateleiras. Outra dica é fazer um jardim vertical na parede da sala com plantas artificiais.

Planta artificial na cozinha

Já na cozinha há várias formas de implementar uma planta artificial. Isso porque é possível deixá-las em prateleiras, na janela, ou até mesmo em suportes de chão destinados a ornamentos.

Se o seu objetivo é criar pontos de cor, varie as texturas e tonalidades. Mas se a cozinha for um espaço monocromático, invista em folhagens, como zamioculcas ou mesmo na monstera deliciosa, a famosa costela de adão. 

Banheiro

Esse tipo de planta é ideal para esse ambiente. Isso porque se trata de um cômodo que além de úmido, não costuma ter uma iluminação que seria necessária para uma planta natural. Nesse caso, considere o tamanho do banheiro ao fazer a sua escolha.

De toda forma, plantas suspensas, como jiboias e heras harmonizam bem nesse espaço. Para deixar o ambiente ainda mais vivo, tente fazer uma mistura de tipos, texturas e tamanhos variados.

Conclusão

Como visto, uma planta artificial apresenta características bastante semelhantes às naturais. E ainda que sejam permanentes, vale a pena investir em uma planta desse tipo. Contudo, ao fazer a sua escolha, fique atento a suas cores e texturas, já que é importante que elas harmonizem bem com os outros elementos presentes no espaço. 

Além disso, opte pelas que apresentam material de qualidade e que sejam resistentes. Isso porque, apesar de serem artificiais, elas podem se modificar devido às mudanças do clima, assim como pela grande quantidade de poeira.  

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...