Caso Magnabosco | Nota Oficial

O recurso do município no caso Magnabosco, votado nesta quarta (22.06) em Brasília no STJ não foi aceito. O procurador Geral do Município, Adriano Tacca e o procurador Felipe Dal Piaz, acompanharam a votação presencialmente. Eles estarão reunido nos próximos dias para avaliar que recursos ainda são possíveis.

O prefeito Adiló Didomenico reiterou que o município não tem condições de fazer o pagamento de um montante tão expressivo. O resultado de hoje, se mantido, poderá levar a cidade a um colapso, sendo inviabilizada economicamente por décadas e comprometendo serviços básicos como saúde e educação.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...