Seja bem-vindo
Caxias do Sul,20/07/2024

  • A +
  • A -

Laudir

Poesia | Hoje dói mais...

Jornal Ponto Inicial
Poesia | Hoje dói mais... Laudir Dutra/Arquivo

Algumas linhas num pedaço de papel
Uns desabafos para o coração sensível,
Entre outras palavras nem tão doces,
Desejos que entorpece e não desapaga
O que ontem pensava sobre viver...
Ternura que eleva meu tormento,
Elemento único para esclarecer
As maravilhas que nem contemplei
Por não ter tido tempo ou razões para
Acreditar piamente, que a gente também
Pudesse de alguma forma, se amar...
Uma noite dessas, gelada e insônica
Redescobri o silêncio das madrugadas.
Risadas de um tempo que via tudo com
Ar de graça, vida que passa, rápido que
Não disfarça, carrega sonhos, desmandos
Inteiros para um total e completo meio,
Assim, sem pretensão de reservas,
Sem avisar e com sintomas de solidão...
Mas não desejo te ver em mar aberto
Quero ter por perto um barco reserva.
- Me conserva no seu coração enquanto
Ainda resta um pouquinho de improviso;
Juízo para não gritar e acordar os outros
Com minhas queixas silenciosas...
Silêncio, nesse momento passa o cortejo,
Lá se vai mais uma oportunidade para
Dizer o quanto fui imprevidente, sente,
As lágrimas já não incomodam mais,
Afinal, nem sei mais o que ainda tenho
Nem o porquê venho, sempre que me
Chama para falar de saudade...
By Laudir Dutra


COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.