Seja bem-vindo
Caxias do Sul,23/04/2024

  • A +
  • A -

Ecoler | Caxias é a primeira cidade a receber livros e oficinas sobre sustentabilidade através de projeto social

Fonte: Nave Comunica/Pedro Del Fabro
Ecoler | Caxias é a primeira cidade a receber livros e oficinas sobre sustentabilidade através de projeto social Divulgação

A iniciativa prevê a entrega de mil livros e 40 oficinas para 20 escolas sobre consumo sustentável, economia circular e reciclagem.


Criado pelo hub de projetos ‘Nossa Biblioteca’, que já distribuiu mais de 82 mil livros por todo o Brasil, o Ecoler é uma iniciativa proposta com o objetivo de ensinar hábitos sustentáveis para alunos do ensino público, de 6 a 15 anos de idade. Financiado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e realização do Ministério da Cultura e Governo Federal – União e Reconstrução, o projeto prevê a entrega de mil livros para 20 escolas, além de 40 oficinas divididas em duas temáticas: Consumo Sustentável e Economia Circular, visando introduzir o tema da sustentabilidade e uma visão crítica sobre consumo, e Como Reciclar, que ensinará aos alunos como separar o lixo e o seu destino final. Com início previsto para a segunda quinzena de março, a iniciativa garante as duas oficinas e um acervo de 50 livros para cada instituição beneficiada.


O Ecoler já conta com o patrocínio de Calçados Beira-Rio, Meincol, Pincéis Atlas e Navegação Aliança, que somadas beneficiarão 8 escolas. Na visão de Adriane Laste, idealizadora do hub Nossa Biblioteca e a responsável pelo relacionamento institucional, a contribuição é uma chance para que as empresas desenvolvam seu alinhamento com as práticas ESG (do inglês, Environmental, Social and Governance), referentes à responsabilidade ambiental, social e de governança: “mais do que nunca é necessário adotar práticas sustentáveis e as instituições estão tomando consciência disso. O fomento de iniciativas como o Ecoler é uma oportunidade que as empresas têm para fazer a diferença no futuro da comunidade em que estão inseridas, como protagonistas”, afirma Adriane.


O propósito principal das oficinas é incentivar práticas sustentáveis através do ensino de ações básicas como a separação do lixo e o desenvolvimento de consciência ambiental. Um dos grandes focos é ensinar os alunos sobre o que é sustentabilidade. Adriane explica: “como podemos cuidar melhor do planeta nas atividades do dia a dia? Onde o nosso lixo vai parar? Quais as consequências do descarte incorreto? O que acontece se uma garrafa pet parar nos oceanos? Qual o nosso papel em relação a tudo isso? A intenção é, com questionamentos, criar um olhar crítico desde cedo”. A economia circular será trazida para a sala de aula com orientações como a eliminação do desperdício, a utilização do mesmo produto quando possível e o descarte correto do lixo.


As oficinas serão ministradas em dupla, pela própria idealizadora do projeto, Adriane Laste, e por Ricardo Burgo Braga, Mestre em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Além das oficinas e dos livros (selecionados pela curadoria do projeto e que também trazem a sustentabilidade como tema), os alunos receberão sacola ecobag, canudos sustentáveis e mudas de plantas, para que os professores trabalhem os temas ensinados em sala de aula. Para mais informações sobre o projeto e o hub Nossa Biblioteca, acesse o site: www.nossabiblioteca.com.br.


Este projeto é apresentado pelo Ministério da Cultura, financiado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem a realização do Ministério da Cultura, Governo Federal – União e Reconstrução.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.