Seja bem-vindo
Caxias do Sul,24/04/2024

  • A +
  • A -

Poesia | Me mostra, me situa...

Fonte: By Laudir Dutra
Poesia | Me mostra, me situa... Foto Arquivo pessoal


Eu nem sabia o quanto amava
Até pensar atentamente sobre tudo,
Especialmente dentro dos caminhos
Que o coração me levou pela mão...
Acho que não sei não amar intensamente,
Mesmo aqui perto de todas as chances
Que a vida me deu para eu tentar chegar,
O caminho parece infindável, preciso dizer,
Tenho que esgotar todas as inúmeras variáveis,
Atar os nós das pontas soltas e depois, como
Uma espécie de mea culpa, entender de amar...
Serei eu a tomar todas as premissas ensaiadas
Dizer do nada, tudo que é jeito de calar a voz,
Deixar-me invadir por sentimentos indefinidos,
Que não captam as dicas que os sinais dão,
Talvez saber que nesse jogo de cartas marcadas
O blefe pode ser a única saída para ganhar você...
Deixe estar, se divirta com meu torpor incessante,
Saiba que não me importo mais com a ansiedade,
Não entendo mais de desamor, nem do não querer,
Sei apenas dizer de todas às vezes em que fiquei só,
O quanto tempo tive para pensar que buscar e desistir
São quase sinônimos no dicionário da minha ternura...

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.