Seja bem-vindo
Caxias do Sul,20/07/2024

  • A +
  • A -

A importância de cortar o cabelo regularmente

Fonte: Maria Eduarda Oliveira Cortez - SEO Marketing
A importância de cortar o cabelo regularmente Divulgação

O corte de cabelo regular não é só um cuidado, mas uma indicação médica para manutenção da saúde capilar.

Após entender a importância de aparar as pontas, vai ficar mais fácil te convencer a visitar o cabeleireiro periodicamente.

Há diversos benefícios de se cortar o cabelo regularmente, mas nenhum deles tem a ver com seu ritmo de crescimento.

Esse depende, dentre outros, das fases do ciclo de renovação do cabelo.

Como funciona o ciclo capilar?

A haste capilar, parte do fio de cabelo que vemos na cabeça, é uma estrutura composta de células queratinizadas mortas. O crescimento dessa parte depende da porção que fica dentro da pele do couro cabeludo chamada de folículo ou bulbo capilar.

As células do bulbo capilar é que produzem o fio que desponta do couro cabeludo, sendo, por isso, responsáveis pelo alongamento do fio. O ciclo do fio, na verdade, diz respeito às fases e intensidade de multiplicação das células do folículo.

Em geral, de 85 a 90% dos fios se encontram na fase anágena, ou seja, no período de maior crescimento do cabelo. Essa fase pode durar entre 5 e 8 anos, com crescimento diário de cerca de 0,3 milímetros.

A fase anágena é seguida da fase catágena, um estágio de transição que dura de 2 a 3 semanas e consiste no período em que a raiz do cabelo começa a encolher.

Na sequência está a fase telógena, na qual o cabelo fica de 2 a 3 meses. Também chamada de fase de repouso, nesse período o folículo para completamente a sua atividade e há o desprendimento da raiz, caindo o fio. Devido ao ciclo capilar é normal haver uma queda de cabelo de cerca de 100 fios por dia.

Benefícios dos cortes regulares na saúde capilar

Ao entender o ciclo capilar fica mais fácil compreender os benefícios de cortar o cabelo regularmente

Prevenção de pontas duplas

A principal indicação do corte de cabelo é para prevenção e tratamento das pontas duplas ou tricoptilose. A tricoptilose ocorre quando as extremidades da haste capilar se rompem em duas ou mais partes.

Como vimos, o cabelo pode crescer por até 8 anos e, quanto mais velho, mais exposto a danos cumulativos pelo vento, aparelhos térmicos, químicas, tração da escova, travesseiro, poluição, água do mar e da piscina e outros.

Assim, o cabelo mais velho da ponta do cabelo fica mais suscetível a se romper e formar as pontas duplas. Por sua vez, ao abrir as pontas, o fio fica mais vulnerável a rasgar mais e abrir o restante do fio em direção à raiz.

Além disso, a tricoptilose aumenta os nós, deixa o cabelo mais sensível e aumenta as chances de quebra do fio.

Estímulo ao crescimento saudável

O corte em si não influencia o ritmo de crescimento do cabelo, mas a falta dele pode causar problemas.

Com o aumento das pontas duplas decorrentes dos danos ambientais, químicos e térmicos aos quais os fios estão expostos, o cabelo fica mais embaraçado.

Assim, ao pentear, lavar e até prender, aumentam-se as chances de os fios danificados afetarem os fios saudáveis, causando a quebra de fios novos e saudáveis.

Portanto, ao prevenir a quebra dos fios, os cortes regulares contribuem para a manutenção do crescimento saudável do cabelo.

Manutenção da forma e estilo do corte

Outra razão para investir em cortes regulares é a manutenção da forma e do estilo do cabelo. O cabelo cresce cerca de 1 cm por mês, o que altera o desenho do cabelo, especialmente para quem mantém os cabelos mais curtos.

Aparência

Outra razão pela qual vale a pena investir em cortes regulares é a manutenção da forma e do estilo do cabelo.

O cabelo cresce cerca de 1 centímetro por mês, o que altera o formato do cabelo, especialmente em pessoas que mantêm os cabelos mais curtos.

Intervalos recomendados para cortes de cabelo

Agora que sabemos da importância de realizar cortes regulares para a saúde do cabelo vem a dúvida: com qual frequência cortar? A resposta para essa dúvida está diretamente relacionada com o tipo de cabelo.

Cabelos finos e lisos

Em geral, pessoas que têm os cabelos mais finos e lisos vão precisar de cortes mais frequentes, pois a espessura do fio o torna mais suscetível aos danos externos e, consequentemente, às pontas duplas.

Cabelos ondulados e médios

Os cabelos ondulados, mas que não chegam a formar cachos, costumam ser já um pouco menos finos.Então, o intervalo indicado para fazer cortes pode girar em torno de 6 semanas.

Cabelos grossos

Os cabelos grossos são menos suscetíveis às pontas duplas. Por essa razão, os cortes podem ser espaçados a cada oito semanas, em média.

Como saber se está na hora de cortar o cabelo?

Para aumentar os intervalos entre os cortes de cabelo é necessário ter uma rotina de cuidados atenta, incluindo:

● hidratações e/ou umectações regulares;

● reduzir o uso de aparelhos térmicos e sempre contar com o uso de protetor térmico;

● usar pentes e escovas apropriados para o tipo de cabelo;

● diminuir a exposição a fatores naturais, como vento, água do mar, poluição, dentre outros;

● reduzir as fontes de tração e desgaste do fio, como toalha, fronha e outras.

Além dos cuidados, é importante observar se as pontas estão ressecadas e duplas. Nesses casos, o corte é sempre indicado para restaurar o crescimento saudável.

O tipo, modelo e técnica de corte não estão associados ao agravamento ou prevenção da calvície masculina. Caso o paciente identifique o afinamento do cabelo e entradas proeminentes, a recomendação é buscar auxílio especializado do dermatologista.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.