Assunto:Criação da terneira é tema de encontro do GT Leite de Fagundes Varela

reuniao GT Leite

A propriedade de Silvano Vivan recebeu, na quinta-feira (04/07), os participantes do Grupo de Trabalho em Bovinocultura de Leite (GT Leite) de Fagundes Varela, para a realização do 8º encontro do grupo. O GT Leite foi formado por 15 famílias do município participantes do Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), e propõe a intervenção direta nas propriedades assistidas pela Extensão Rural visando alcançar resultados efetivos aliados à apropriação dos conhecimentos pelas famílias participantes. Os temas dos encontros são sempre escolhidos pelo grupo com base nas discussões que vão ocorrendo e nos pontos comuns definidos para ação nas propriedades.

Com o tema “Criação da terneira”, o encontro teve a participação do médico veterinário da Emater/RS-Ascar, João da Luz, que abordou aspectos importantes na criação, pois a futura vaca depende de como a terneira é criada. Primeiramente, é importante conhecer o próprio rebanho. O segundo passo é a escolha do sêmen, bem como o ambiente, a alimentação e cuidados de profilaxia. A escolha do sêmen contribui para melhorar o tipo e a genética do rebanho. O ambiente seco, que protege do frio intenso ou do calor, contribui para o bem-estar animal e a imunidade da terneira. A alimentação adequada e na quantidade certa garante o desenvolvimento corporal e, principalmente, das papilas ruminais e rúmen, característica fundamental para a produção de leite da futura vaca. Ainda segundo o veterinário, para acompanhar o crescimento da terneira verifica-se o peso e a altura. Com o auxílio de uma tabela e trena, que varia para cada espécie (Holandesa, Jersey ou Jersolando), é possível perceber a curva de crescimento da terneira e avaliar se a mesma está tendo desenvolvimento adequado.

Na sequência, o grupo visitou as instalações da propriedade, onde o produtor Silvano Vivan optou por fazer casinhas para abrigar e criar as terneiras. No local, elas recebem água e alimentação. Estas casinhas são mudadas de lugar conforme a terneirinha vai crescendo. Além das casinhas para as terneiras, o grupo conheceu as pastagens e a agroindústria Vó Elena. A família atualmente processa todo o leite produzido, transformando-o em queijos e iogurtes.

FOCAR VEÍCULOS.svg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...